Lorem quis bibendum auci Lorem gravida nibh vel velit auctor aliquet. Aenean sollicitudin, lorem quis bibendum auci elit consequat ipsutis sem nibh id elit. Duis sed odio sit amet nibh vulputate cursu. Ut enim ad minim veniam.

Follow me on instagram

© 2016 Your Business Name!

40 filmes LGBT brasileiros para ver e rever

40 filmes LGBT brasileiros para ver e rever

Por Jorge Rodrigues. – social mídia da Casa 1

Esse post surgiu quando começaram os ataques ao cinema nacional por parte do Governo Federal.  Em um dos muitos atos emblemáticos do retrocesso, o diretor da ANCINE – Agência Nacional do Cinema, Gustavo Dahl, retirou os cartazes de filmes brasileiros das sedes da agência e do site do órgão, num processo simbólico do apagamento que está por vir. A nós da Casa 1, nos coube então evidenciar esses cartazes nas paredes da nossa agência de comunicação.

Porém, como desgraça pouca é bobagem, veio então a pandemia de Coronavirus e esse post acabou se tornando um bem para ajudar na quarentena.  Então bora fortalecer o cinema que bravamente irá resistir, celebrando, enaltecendo, assistindo e re-assistindo o que foi feito até hoje no pais. Seguem os 40 filmes LGBT brasileiros para nunca sairem de cartaz:

1. Hoje eu Quero Voltar Sozinho 

Sob a direção do Daniel Ribeiro, conta a história sobre Leonardo (Guilherme Lobo), um adolescente cego, que tenta lidar com a mãe super-protetora ao mesmo tempo em que busca sua independência. Quando Gabriel (Fabio Audi) chega na cidade, novos sentimentos começam a surgir em Leonardo, fazendo com que ele descubra mais sobre si mesmo e a sua sexualidade. O filme é um tanto clichê porém gracioso, trazendo visibilidade e abordando a deficiência visual, quebrando o estereótipo de que pessoas cegas não saem, apaixonam ou não possuem uma vida afetiva/sexual. É muito fofo!

Duração: 1h 36m – da Vitrine Filmes.
Você pode comprar ou alugar o filme no Youtube, no Google Play ou no Netflix.

Ah, e vale lembrar que o longa é uma espécie de versão estendida do curta de 2011 que pode ser assistido no Youtube:

2.Beira-Mar

Martin (Mateus Almada) e Tomaz (Maurício José Barcellos) viajam para o litoral gaúcho. Martin precisa encontrar um documento para o pai na casa de parentes, e Tomaz decide acompanhá-lo. Os dois acabam abrigando-se em uma casa de vidro à beira-mar, a fim de fugir da rejeição familiar de Martin e da estranha distância que surgiu entre os dois. É um filme sobre as dificuldades de se entender gay, mas também sobre o perrengue que é ser adolescente. Lindíssimo.

Duração: 1h24m – da Vitrine Filmes.
Não tem o filme nas plataformas digitais mas você pode fazer o download na Internet ou assistir no Youtube.

3. Praia do Futuro

Praia do Futuro, Ceará. Donato (Wagner Moura) trabalha como salva-vidas. Seu irmão caçula, Ayrton (Jesuita Barbosa), tem grande admiração por ele, devido à coragem demonstrada ao se atirar no mar para resgatar desconhecidos. Um deles é Konrad (Clemens Schick), um alemão de olhos azuis que muda por completo a vida de Donato após ser salvo por ele. É quando Ayrton, querendo reencontrar o irmão, parte em sua busca na fria Berlim. Mais um dos excepcionais trabalhos de Karim Aïnouz, responsável pelo candidato ao Oscar desse ano, “A Vida Invisível”.

Duração: 1h46m – da California Filmes.
Você pode comprar ou alugar o filme no Youtube, no Google Play.

4. Dzi Croquettes

Em 1972 estreava o primeiro show dos Dzi Croquettes. Com homens usando roupas femininas, de forma a mostrar as pernas cabeludas e a barba, ele logo foi um sucesso. Apesar disto, foi também banido pelo Serviço Nacional de Teatro. Incorporando o espírito da contracultura reinante na época, os Dzi Croquettes usavam a irreverência para criticar a ditadura militar brasileira. Obrigatório, o longa é junto com “São Paulo em Hi-Fi” e “Divinas Divas” daquelas obras que fazem o termo Orgulho LGBT fazer todo sentido.

Duração: 1h50m – da Canal Brasil.
Não tem o filme nas plataformas digitais mas você pode fazer o download na Internet ou assistir no Youtube.

5. Bacurau

Pouco após a morte de dona Carmelita, aos 94 anos, os moradores de um pequeno povoado localizado no sertão brasileiro, chamado Bacurau, descobrem que a comunidade não consta mais em qualquer mapa. Aos poucos, percebem algo estranho na região: enquanto drones passeiam pelos céus, estrangeiros chegam à cidade pela primeira vez. Quando carros se tornam vítimas de tiros e cadáveres começam a aparecer, Teresa (Bárbara Colen), Domingas (Sônia Braga), Acácio (Thomas Aquino), Plínio (Wilson Rabelo), Lunga (Silvero Pereira) e outros habitantes chegam à conclusão de que estão sendo atacados. Falta identificar o inimigo e criar coletivamente um meio de defesa. O longa Hit de Kleber Mendonça Filho foi um estouro de bilheteria não por acaso: o filme pode ser lido como um bom e velho filme de faroeste com temperos latino-americanos (como nas produções do texano Robert Rodriguez) ou então uma alegoria sócio política do Brasil atual.

Duração: 2h10m – da Vitrine Filmes.
Você pode comprar ou alugar o filme no Youtube, no Google Play.

6.  Amor, Plástico e Barulho

Shelly (Nash Laila) é uma jovem dançarina que tem o grande sonho de se tornar cantora de Brega. Ela entra para o show business em busca de fama e fortuna mas, inserida em um mundo onde tudo é descartável, incluindo o amor e as relações humanas e vai encontrar grandes dificuldades para atingir a fama, sempre espelhada nos passos de Jaqueline (Maeve Jinkings), sua companheira de banda e musa inspiradora. O filme não é propriamente um longa de temática LGBT, mas de tão genial e por contar com um personagem gay e também uma cena de afeto entre mulheres, decidimos inseri-lo na lista.

Duração: 1h30m – da Boulevard Filmes.
Você pode assistir ele online de graça aqui

7. Divinas Divas

Rogéria, Valéria, Jane Di Castro, Camille K, Fujika de Holliday, Eloína dos Leopardos, Marquesa e Brigitte de Búzios formaram, na década de 1970, o grupo que testemunhou o auge de uma Cinelândia (Rio de Janeiro) repleta de cinemas e teatros. O documentário acompanha o reencontro das artistas para a a montagem de um espetáculo, trazendo para a cena as histórias e memórias de uma geração que revolucionou o comportamento sexual e desafiou a moral de uma época.

Duração: 1h50m – da Vitrine Filmes.
Não tem o filme nas plataformas digitais mas você pode fazer o download na Internet ou assistir on-line.

8. Corpo Elétrico

Elias (Kelner Macêdo) é assistente numa confecção de roupas no centro de São Paulo. Ele mantém pouco contato com a família na Paraíba e passa seus dias entre os tecidos do trabalho e encontros com homens. O fim do ano traz reflexões sobre possibilidades de futuro, reconexões com o passado e muitas horas extras, que acabam por aproximá-lo dos colegas da fábrica e consequentemente inseri-lo em novos círculos de amizade e cenários. O longa conta ainda com a participação das musas Linn da Quebrada e Marcia Pantera, que nada mais, nada menos, inventou o bate cabelo.

Duração: 1h34m – da Vitrine Filmes.

Você pode comprar ou alugar o filme no Youtube, no Google Play.

9. São Paulo em Hi-Fi

O documentário apresenta histórias das noites gays em São Paulo nas décadas de 1960, 1970 e 1980. Fazendo uma viagem no passado, os personagens mostram as histórias das dançarinas e transformistas que se apresentavam nas famosas casas noturnas que marcaram época e tudo o que elas tiveram que passar, como a imposição da ditadura e a famosa explosão do HIV-Aids.

Duração: 1h41m – da distribuição própria.

Não tem o filme nas plataformas digitais mas você pode fazer o download na Internet ou assistir on-line.

10. A Volta da Pauliceia Desvairada

Do mesmo diretor que trouxe para nós as histórias da noite paulistana no passado em “São Paulo em Hi-fi”, Lufe Stefan, “A volta da Pauliceia Desvairada” cobre a cena da música e da cultura LGBT e noite na cidade paulistana dos anos 2000 com direito a participação de figuras icônicas como Silvetty Montilla e Salete Campari e uma serie de djs que estão na cena ainda hoje. Uma delicinha.

Duração: 1h35m – da distribuição própria.

Não tem o filme nas plataformas digitais mas você pode fazer o download na Internet ou assistir on-line.

11. Bixa Travesty

O corpo político de Linn da Quebrada, cantora transexual negra, é a força motriz desse documentário que captura a sua esfera pública e privada, ambas marcadas não só por sua presença de palco inusitada, mas também por sua incessante luta pela desconstrução de esteriótipos de gênero, classe e raça. Um aulão sobre gênero com uma das figuras mais carismáticas do Brasil hoje.

Duração: 1h15m – da Arteplex Distribuidora
Não tem o filme nas plataformas digitais mas você pode fazer o download na Internet ou assistir on-line.

12. Tatuagem

Clécio Wanderley (Irandhir Santos) é o líder da trupe teatral Chão de Estrelas, que realiza shows repletos de deboche e com cenas de nudez. A principal estrela da equipe é Paulete (Rodrigo Garcia), com quem Clécio mantém um relacionamento. Um dia, Paulete recebe a visita de seu cunhado, o jovem Fininha (Jesuíta Barbosa), que é militar. Encantado com o universo criado pelo Chão de Estrelas, ele logo é seduzido por Clécio. Não demora muito para que eles engatem um tórrido relacionamento, que o coloca em uma situação dúbia: ao mesmo tempo em que convive cada vez mais com os integrantes da trupe, ele precisa lidar com a repressão existente no meio militar em plena ditadura. Trabalho de estreia de Hilton Lacerda na direção é um dos melhores longas brasileiros das últimas décadas.

Duração: 1h50m – da IMOVISION
Você pode comprar ou alugar o filme no Youtube, no Google Play.

13. Tinta Bruta

O jovem Pedro (Shico Menegat) vive um momento complicado, ele responde a um processo criminal ao mesmo tempo em que precisa lidar com a mudança da irmã, sua única amiga. Como forma de catarse, ele assume o codinome GarotoNeon e passa a se apresentar anonimamente na internet dançando nu na escuridão do seu quarto, coberto apenas por uma tinta fluorescente. Destaque para as atuações potentes dos estreantes Menegat, Bruno Fernandes e Guega Peixoto.

Duração: 1h58m – da Vitrine Filmes
Você pode comprar ou alugar o filme no Youtube, no Google Play.

14. Flores Raras

Elizabeth Bishop (Miranda Otto) é uma poetisa insegura e tímida, que apenas se sente à vontade ao narrar seus versos para o amigo Robert Lowell (Treat Williams). Em busca de algo que a motive, ela resolve partir para o Rio de Janeiro e passar uns dias na casa de uma colega de faculdade, Mary (Tracy Middendorf), que vive com a arquiteta brasileira Lota de Macedo Soares (Glória Pires). A princípio Elizabeth e Lota não se dão bem, mas logo se apaixonam uma pela outra. Baseado na história real da poetisa e arquiteta o filme não é dos mais apaixonantes por ser apresentado de forma morna e didática demais, porém vale pelo registro das grandes personagens.

Duração: 1h44m – da Imagem Filmes
Não tem o filme nas plataformas digitais mas você pode fazer o download na Internet ou assistir on-line.

15. Madame Satã

No bairro da Lapa vive encarcerado na prisão João Francisco (Lázaro Ramos), artista transformista que sonha em se tornar um grande astro dos palcos. Após deixar o cárcere, João passa a viver com Laurita (Marcélia Cartaxo), prostituta e sua “esposa”; Firmina, a filha de Laurita; Tabu (Flávio Bauraqui), seu cúmplice; Renatinho (Felippe Marques), sem amante e também traidor; e ainda Amador (Emiliano Queiroz), dono do bar Danúbio Azul. É neste ambiente que João Francisco irá se transformar no mito Madame Satã, nome retirado do filme Madame Satã (1932), dirigido por Cecil B. deMille, que João Francisco viu e adorou. Outro trabalho precioso de Karim Aïnouz, com uma interpretação visceral de Lázaro Ramos.

Duração: 1h45m – da Imagem Filmes
Não tem o filme nas plataformas digitais mas você pode fazer o download na Internet ou assistir no Youtube

16. Mãe Só Há Uma

Pierre (Naomi Nero) descobre que sua família não é biológica quando a polícia prende sua mãe. Confuso, ele vai atrás de seus parentes verdadeiros, que o conhecem como Felipe, e a nova realidade faz com que o rapaz encontre finalmente sua real identidade. Um trabalho potente da diretora Anna Muylaert, pós o estrondoso sucesso de “Que horas ela volta?”.

Duração: 1h22m – da Vitrine Filmes
Você pode comprar ou alugar o filme no Youtube, no Google Play ou no Netflix

17. As Boas Maneiras

Ana (Marjorie Estiano) contrata Clara (Isabél Zuaa), uma solitária enfermeira moradora da periferia de São Paulo, para ser babá de seu filho ainda não nascido. Conforme a gravidez vai avançando, Ana começa a apresentar comportamentos cada vez mais estranhos e sinistros hábitos noturnos que afetam diretamente Clara. Uma fábula fantástica em uma São Paulo meio fictícia com interpretações espetaculares de Estiano e Zuaa.

Duração: 2h16m – da Vitrine Filmes
Você pode comprar ou alugar o filme no Youtube, no Google Play.

 

Duração: 1h42m – da Vitrine Filmes
Não tem o filme nas plataformas digitais mas você pode fazer o download na Internet ou assistir on-line.

18. Sol Alegria

Pastores ocupam os principais cargos políticos do país, o apocalipse está próximo e uma excêntrica família comete um atentado e se refugia na sede da falange Sol Alegria, comandada por freiras nada convencionais. Um mapa secreto pode levar à salvação da humanidade, mas a jornada até o portal é repleta de imprevistos. Anárquico, distópico, o filme é uma loucura maravilhosa.

Duração: 1h30m – da Boulevard Filmes
Não tem o filme nas plataformas digitais mas você pode fazer o download na Internet ou assistir on-line.

19. 45 Dias Sem Você

Ao sofrer uma grande desilusão amorosa depois de aguardar por 45 dias um amor que nunca retornou, o jovem Rafael (Rafael De Bona) decide romper as próprias barreiras e embarca em uma inesperada viagem. Seu objetivo principal é ir até três locais diferentes, encontrar com três amigos que também optaram por abandonar suas vidas por outras razões. Direção e roteiro são do santista Rafael Gomes, nome potente do teatro paulistano, além claro, responsável por um dos mais icônicos vídeos virais da internet “Tapa na Pantera”.

Duração: 1h36m – da O2 Filmes
Você pode comprar ou alugar o filme no Youtube, no Google Play.

20. Do Começo Ao Fim

Julieta (Julia Lemmertz) tem dois filhos com uma diferença de seis anos de idade, Francisco (Lucas Cotrim) e Thomás (Gabriel Kaufmann), e com maridos diferentes: Pedro (Jean-Pierre Noher) e Alexandre (Fabio Assunção). Os dois irmãos se tornam grandes amigos desde pequenos e, quando adultos (Rafael Cardoso e João Gabriel Vasconcellos), transformam esta amizade em algo mais profundo e polêmico. O filme é de uma delicadeza profunda e lindo (em todos os aspectos – da fotografia ao elenco), mas esbarra na superficialidade, ainda que trate de um tema antigo e pouco falado, o incesto.

Duração: 1h36m – da O2 Filmes
Não tem o filme nas plataformas digitais mas você pode fazer o download na Internet ou assistir no Youtube.

21. Califórnia

Início dos anos 1980. Estela (Clara Gallo) é uma adolescente que vive os conflitos típicos da idade, de identidade, amizade e amor. Ela tem um ídolo, o tio Carlos (Caio Blat), jornalista musical que vive nos Estados Unidos. E o maior sonho da menina é visitá-lo na Califórnia, durante as férias. Os planos dela vão por água abaixo, no entanto, quando ela descobre que é ele quem está voltando para o Brasil, magro, debilitado por consequência de uma doença sobre a qual a medicina apenas começava a se debruçar. A direção é de uma das mais queridas VJ da eterna MTV,  Marina Person.

Duração: 1h36m – da O2 Filmes
Não tem o filme nas plataformas digitais mas você pode fazer o download na Internet ou assistir on-line.

22. Antes O Tempo Não Acabava

Anderson (Anderson Tikuna) é um jovem rapaz que possui raízes na etnia indígena saterê. Quando ele se muda para Manaus e vai morar na cidade grande, ele começa a se ver preso entre os embates culturais das tradições do mundo de onde veio e cresceu e os costumes urbanos e o complexo e conturbado cotidiano da metrópole. O longa chama atenção por explorar questões de gênero na população indigina.

Duração: 1h25m – Sem Distribuidora
Você pode comprar ou alugar o filme no Youtube, no Google Play.

23. Como Esquecer

Júlia (Ana Paula Arósio) é professora de literatura inglesa e não se conforma de ter sido abandonada por sua companheira Antônia depois de 10 anos de relacionamento. Agora, de mal com a vida, ela luta para enfrentar os fantasmas das recordações e para isso vai contar com o apoio do amigo Hugo (Murilo Rosa), um gay viúvo, com quem irá dividir um novo lar e tentar aprender que a vida segue em frente e os sentimentos perduram. Há quem considere o longa uma verdadeira bomba, mas tem quem goste.

Duração: 1h38m – Sem Distribuidora
Você pode comprar ou alugar o filme no Youtube, no Google Play.

24. Laerte-se

O documentário retrata a trajetória da cartunista e chargista brasileira Laerte, considerada uma das mais proeminentes do gênero no Brasil. Tendo vivido parte de sua vida se entendendo homem, ela saí do armário aos 57 e assume para o mundo que é uma mulher transexual e, de lá pra cá, vive a jornada única e pessoal sobre o que é, de fato, ser uma mulher. Obrigatório.

Duração: 1h41m – Netflix
Você pode comprar ou alugar o filme na Netflix.

25. Sócrates

Depois da morte de sua mãe, o jovem Sócrates (Christian Malheiros), que foi criado apenas por ela durante os últimos tempos, precisa fazer tudo o que for possível para que consiga sobreviver na realidade da miséria, somado com o preconceito por ser homossexual. Seus valores e ideais são colocados na balança com o medo de não conseguir se virar sozinho. Filmão sobre a realidade dos jovens gays negros da periferia protagonizado com maestria por Malheiros, mais conhecido pela série Kondiziliana “Sintonia”.

Duração: 1h14m – O2 Filmes
Você pode comprar ou alugar o filme no Youtube, no Google Play.

26. Lembro Mais Dos Corvos

Durante a insônia, a atriz Julia Katharine, uma mulher transexual, conta a história de sua vida através de uma longa fala. A intimidade da Katherine é exposta através de narrações reais de resistência e e auto-aceitação que a mesma aprendeu a ter. Lento e delicado o filme é para ver com o coração aberto.

Duração: 1h24m – Vitrine Filmes
Não tem o filme nas plataformas digitais mas você pode fazer o download na Internet ou assistir on-line.              

27. Amores Urbanos

Três amigos, Diego (Thiago Pethit), Júlia (Maria Laura Nogueira) e Micaela (Renata Gaspar) estão no auge de suas vidas, revelando suas personalidades, experimentando desilusões amorosas e procurando a carreira ideal. Eles moram no mesmo prédio de São Paulo e compartilham diariamente suas experiências, fracassos e conquistas. Rindo ou chorando, eles estarão juntos. Totalmente classe média, o longa ganha pontos em especial por Renata Gaspar (atualmente na bancada do humorístico global “Fora de Hora”.

Duração: 1h55m – Europa Filmes
Você pode comprar ou alugar o filme no Youtube, no Google Play.

28. Elvis e Madona

Elvis (Simone Spoladore) sonha em ser fotógrafa, mas a necessidade de sustento faz com que aceite o emprego de entregadora de pizza. Madona (Ígor Cotrim) é uma travesti que trabalha como cabeleireira. Ela sonha em produzir um show de teatro de revista. Logo após conhecer Elvis, que é homossexual, elas se tornam grandes amigas. Mas, aos poucos, desperta nelas um sentimento mais forte que amizade. Lançado em 2010 o longa peca pela prática do TransFake (quando atores cisgênero interpretam pessoas trans), porém ganha pontos pela temática.

Duração: 1h45m – Europa Filmes
Não tem o filme nas plataformas digitais mas você pode fazer o download na Internet ou assistir on-line. 

29 A Seita

No nem tão distante ano de 2040, um homem decide sair de onde mora, nas Colônias Espaciais, e viajar de volta para a Terra. Uma vez em nosso planeta, ele resolve retornar para o seu lar na cidade do Recife. Depois de muitos anos distante, ele descobrirá que a cidade mudou muito e, por fim, também encontrará novos caminhos para seguir em sua vida quando descobrir a existência da Seita.  Primeiro longa-metragem do coletivo pernambucano Surto & Deslumbramento é um bafo performático.

Duração: 1h10m – Sem Distribuição
Não tem o filme nas plataformas digitais mas você pode fazer o download na Internet ou assistir on-line. 

30. A Rainha Diaba

Diaba, um homossexual, comanda de um dos quartos de um bordel uma quadrilha responsável pelo controle de vários “pontos” de venda de droga. Sabendo que um dos seus homens de confiança está para ser preso, Diaba “fabrica” um novo marginal, para depois entregá-lo a polícia. Ela encarrega Catitu, seu homem de confiança, de fazer isto. Catitu decide que o alvo será Bereco, um garotão cheio de si que é sustentado por Isa, uma cantora de cabaré. Catitu atrai Bereco para um série de crimes e faz dele um “perigoso bandido”. Acontece que Bereco passa a acreditar nesta “fama”. Diaba começa a ter seu poder diminuído quando Bereco pretende controlar a venda das drogas e Catitu, por sua vez, deseja aumentar seu poder. Também pela questão temporal incomoda o Transfake mas vale pelo elenco estelar: Milton Gonçalves, Zezé Mota, Odete Lara, entre outros.

Duração: 1h50m – Sem Distribuição
Não tem o filme nas plataformas digitais mas você pode fazer o download na Internet ou assistir on-line. 

31. O menino e o vento

A força do vento na cidade de Bela Vista, interior de Minas, fascina o menino Zeca da Curva (Luiz Fernando Ianelli) e o engenheiro José Roberto Nery (Ênio Gonçalves), criando forte laço de amizade entre os dois. Porém, quando a criança desaparece, toda a cidade se volta contra o engenheiro, responsabilizando-o pela suposta morte do garoto que exerceria poderes sobre o vento. Polêmico por tratar da questão da pedofilia, deve ser visto pela reflexão.

Duração: 1h44m – Embrafilme
Você pode assistir o filme completo clicando no play acima.

32. Quanto Dura o Amor?

Marina (Sílvia Lourenço) é uma jovem atriz do interior, que vai tentar a sorte na cidade grande. Em São Paulo, ela divide um apartamento com Suzana (Maria Clara Spinelli), uma advogada solitária e misteriosa, e no mesmo prédio ela conhece Jay (Fábio Herford), um escritor em busca de um sentido para a vida. Coincidentemente, enquanto Marina fica encantada pela cantora Justine (Danni Carlos), Suzana engata um romance com um amigo do trabalho e Jay declara suas verdadeiras intenções para a prostituta Michelle (Leilah Moreno), dando um início a um período de revelações e descobertas para os três. Simples e profundo o filme traz a ótima atriz trans Maria Clara Spinelli.

Duração: 1h2m – Pandora Filmes
Não tem o filme nas plataformas digitais mas você pode fazer o download na Internet ou assistir on-line. 

 

33. Teus Olhos Meus

Gil (Emílio Dantas) tem 20 anos de idade e é cheio de ideais. Músico por paixão, ele vive alternando sua rotina entre a boêmia e a poesia. Órfão, Gil vive com sua tia Leila (Paloma Duarte) e seu tio César (Roberto Bomtempo). Entretanto, seu estilo de vida faz com que ele seja expulso de casa. Sem destino, ele vaga com seu violão, até que conhece Otávio (Remo Rocha), um produtor que pode mudar sua sorte. Interessante ver o galã global Emilio Dantas bem novinho em cena.

Duração: 1h2m – Sem Distribuidora
Não tem o filme nas plataformas digitais mas você pode fazer o download na Internet ou assistir no Youtube

34. Paraíso Perdido

Paraíso Perdido é um clube noturno gerenciado por José (Erasmo Carlos) e movimentado por apresentações musicais de seus herdeiros. O policial Odair (Lee Taylor) se aproxima da família ao ser contratado para fazer a segurança do jovem talento Ímã (Jaloo), neto de José e alvo frequente de homofóbicos, e aos poucos o laço entre o agente e o clã de artistas românticos vai se revelando mais e mais forte – com nós surpreendentes. O filme é uma delícia e o elenco estelar é de aquecer o coração.

Duração: 1h50m – Vitrine Filmes
Você pode comprar ou alugar o filme no Youtube, no Google Play ou no Netflix

35. Meu Amigo Claudia

O longa conta a história de Cláudia Wonder, uma eclética travesti que trabalhou como atriz, cantora e performer nos anos 80, tendo feito muito barrulho no cenário underground de São Paulo. Ela também ficou marcada pelo importante trabalho como ativista na luta pelos direitos dos LGBT. Retrato lindamente feito pelo amigo Dácio Pinheiro.

Duração: 1h20m – Festival Filmes
Não tem o filme nas plataformas digitais mas você pode fazer o download na Internet ou assistir on-line. 

36. Olhe pra mim de novo

Documentário da dupla Kiko Goifman e Claudia Priscilla, do Bixa Travesty narra a trajetória de Syvio Lucio, um homem trans que viaja pelo interior do nordeste se reconciliando com seu passado e apresentando seu presente, transitando inclusive por diversos grupos LGBT.

Duração: 1h17m
Não tem o filme nas plataformas digitais mas você pode fazer o download na Internet ou assistir on-line. 

37. Waiting for B

O documentário acompanha uma série de fãs da cantora estadunidense Beyonce na fila de espera de um show realizado no Brasil. Enfrentando sol e chuva o grupo acamparam por dias para se ver diante de seu maior ídolo. Um lindo estudo de gênero, raça, classe e representatividade.

Duração: 1h11m – Vitrine Filmes
Você pode comprar ou alugar o filme no Canal Brasil . 

38. O Uivo da Gaita 

O casal Antônia (Mariana Ximenes) e Pedro (Jiddu Pinheiro) veem sua relação fragmentar com a chegada da bela Luana (Leandra Leal) por quem Antônia se apaixona. As duas vivem uma intensa paixão. O tema meio batido ganha pontos pela belíssima fotografia.

Duração: 1h12m – Distribuição Própria

Não tem o filme nas plataformas digitais mas você pode fazer o download na Internet ou assistir on-line. 

39. Ausencia

Serginho (Matheus Fagundes) é um menino de 14 anos muito mais maduro que os outros jovens de sua idade. Ele cuida de seu irmão mais novo, Wiliam, e de sua mãe ausente e alcoolatra, Luzia. Trabalhando em uma barraca de feira com seu tio Lazinho, ele só se diverte ao lado de Mudinho, um amigo com quem divide sua intimidade. O único adulto com quem Serginho tem um relacionamento de afeto é o professor Ney, que o ajuda com o dever de casa durante à noite. A confusão entre o despertar de sua sexualidade e a busca de uma figura paterna faz Serginho perceber que ele está sozinho no mundo. O filme trata também da relação entre um adolescente e um adulto mas de forma muito delicada. Destaque para as atuações sempre brilhantes de Gilda Nomacce e Irandhir Santos.

Duração: 1h27m – IMOVISION
Você pode comprar ou alugar o filme no Youtube ou no Google Play

40. OS 3

Cazé (Victor Mendes), Camila (Juliana Schalch) e Rafael (Gabriel Godoy) se conheceram na porta do banheiro em uma festa. Os três chegaram há pouco tempo na cidade de São Paulo e apenas Cazé encontrou um lugar para morar: um galpão abandonado. Logo eles se tornam amigos e passam a morar juntos, durante todo o período da faculdade. Entretanto, há uma regra básica: não pode haver qualquer envolvimento entre eles, em nome da boa convivência. Cazé, Camila e Rafael andam tão juntos que logo são apelidados pelos colegas como se fosse um só, os 3. Já perto do fim do curso, Rafael pensa em se mudar por notar que sente algo por Camila. Até que surge uma inusitada proposta: que eles estrelem um reality show em sua própria casa, baseado em um trabalho que apresentaram na faculdade. Percebendo ser esta a única chance de permanecerem juntos, eles topam. O filme que passou meio desapercebido é super divertido e sensível.

Duração: 1h20m 

Não tem o filme nas plataformas digitais mas você pode fazer o download na Internet ou assistir on-line. 

BÔNUS

Música pra morrer de amor

Música Para Morrer de Amor é uma história urbana, intensa e sentimental sobre três jovens de vinte e poucos anos provando que na vida, assim como nas canções de amor, só os clichês são verdade. Isabela sofre de um coração partido, Felipe quer desesperadamente se apaixonar, e Ricardo, seu melhor amigo, está apaixonado por ele. Versão para o cinema da ótima peça “Música Para Cortar os Pulsos”, já passou em alguns festivais e em breve deve chegar aos cinemas/streamings.

Fim de Festa

O segundo longa de Hilton Lacerda entrou em cartaz pouco antes da chegada do Corona Vírus no Brasil fazendo com que fosse pouquíssimo visto, uma pena, tendo em vista que se trata de uma pequena obra prima. A história trás um pós carnaval composto por um grupo de jovens adultos tentando entender o que está se passando com o país enquanto vivem seus desejos e sexualidade e um investigador acompanhando o caso de uma jovem francesa assassinada em meio a folia.

O filme, gravado enquanto Jair Bolsonaro era eleito presidente é uma enorme ressaca e retrata de forma plena a sensação de boa parte da população brasileira atualmente. Como sempre, Irandhir está perfeito e mesmo com pouco tempo de tela Hermila Guedes mostra porque é tão cultuada. Destaque também para Suzy Lopes, pouco conhecida do público que integra essa lista triplamente: além de “Fim de Festa”, participou de “Bacurau” e “Sol Alegria”. Esperamos que cheguem em breve nos streamings.

Iran Giusti é formado em Relações Públicas pela FAAP, atuou como gestor de redes sociais e gerente de projetos em agências de RP e Social Mídia e como jornalista foi repórter do canal de conteúdo LGBT do Portal iG e do BuzzFeed Brasil. Atualmente se dedica a gestão da Casa 1, um centro de acolhida e cultura LGBT e produção de conteúdos em que acredita.
3 Comments
  • Vitor Damasceno
    7 de maio de 2020 at 13:04

    Ótima lista!! Melhor ainda se dedicar a disponibilizar a informação de onde encontrar. Alguns resumos já são criticas certeiras também… Valeu !

  • pedro
    7 de maio de 2020 at 21:48

    Tatuagem está disponível de graça no canalbrasilplay e São Paulo em Hi-Fi de graça no spcineplay! E California tb está na Netflix 🙂

  • Igor
    8 de maio de 2020 at 01:54

    Como assim nao tem Cazuza? 😲

Leave a Reply