Lorem quis bibendum auci Lorem gravida nibh vel velit auctor aliquet. Aenean sollicitudin, lorem quis bibendum auci elit consequat ipsutis sem nibh id elit. Duis sed odio sit amet nibh vulputate cursu. Ut enim ad minim veniam.

Follow me on instagram

© 2016 Your Business Name!

LGBT Tag

38 legendarys do Vogue no Brasil para seguir no Instagram

Por Beto Rosa, auxiliar administrativo e de produção da Casa 1 A cultura Ballroom existe e resiste antes da década de 60, sendo uma expressão LGBT que teve seu boom na década de 80 no EUA, em meio da eclosão do HIV/AIDS na comunidade. Alguns filmes documentais como "Paris is Burning" (1991), a série "Pose" (2018) e o reality show "Legendary", lançado este ano, mostram o movimento que vem ressurgindo, ocupando espaços na cultura pop e celebrando as diferenças de gênero, sexualidade e raça. É difícil colocar no papel o que é a cultura Ballroom porque se trata de um conjunto de...

“O medo é combustível do fascismo”: Aula Aberta com Symmy Larrat

No dia 26 de junho a Casa 1 recebeu para uma live, Symmy Larrat, presidenta da ABGLT, (Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Intersexos) e a primeira travesti a ocupar a função de coordenadora-geral de Promoção dos Direitos LGBT da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. Paraense formada em comunicação social, Symmy ainda foi coordenadora do programa Transcidadania, da Prefeitura da Cidade de São Paulo dentre muitas outras atuações como ativista e militante pela causa LGBT. Uma das figuras centrais e potentes do movimento atualmente ficou online as 19h da sexta feira (dia 26/06) que antecedeu...

17 indígenas LGBT para seguir no instagram e ter muito orgulho

Post em colaboração com Carolina Castanho, educadora da Casa 1 Neste domingo, 28, é celebrado o dia do orgulho LGBT. Ao longo dos anos, o movimento vem se defrontando, ainda que a passos lentos, com as urgências das muitas intersecções que cruzam as orientações afetivo-sexuais e identidades e expressões de gênero, como raça, classe, etnias, capacitismos, etc. Neste sentido, é possível observar ao longo da história um espaço restrito para as pessoas indígenas (tanto as que vivem em aldeias quanto as que moram em centros urbanos) dentro do movimento LGBT, visto que, dentre outros motivos, o estereótipo "índio" mal foi superado. A luta LGBT precisa se voltar para...

Essa batalha de vogue levou nosso orgulho da cultura LGBT a níveis estratosféricos

A série estadunidense "Legendary" exibida pelo canal HBO Max nos EUA, chegou ao quinto episódio e nos presenteou com uma batalha de Vogue que tirou o ar de quem assistiu: https://twitter.com/portallegendary/status/1275222290859462657 O programa é uma competição entre "houses", ou casas, de Vogue, estilo de dança que tem seu berço a comunidade LGBTQIA+. Isso em linhas gerais, claro, levando em conta que o Vogue é uma cultura que envolve muitos fatores além da dança, como as relações entre integrantes da casas, a moda, maquiagem, linguagem e muito mais. A série infelizmente ainda não é exibida no Brasil e tem gerado algumas polêmicas por questões...

20 coisas que fizeram a gente ter orgulho em ser LGBT em 2019 e 2020

Junho celebramos o mês do Orgulho LGBT que tem no Brasil e no mundo o dia 28 como marco do início do movimento como entendemos hoje. Por isso aproveitamos para lembrar de coisas aconteceram neste ano e no ano passado que fizeram a gente sentir muito orgulho em fazer parte da comunidade. Cabe lembrar que assim como todo movimento, existem muitas frentes, ideias, posicionamentos, problemas e acertos, no entanto, com muito esforço a luta tem sido cada vez mais plural e   1- Renata Carvalho no Festival Internacional de Cinema de Berlim https://www.instagram.com/p/B9F9MG4n7Rd/ O filme "Vento Seco", de Daniel Nolasco foi exibido em abril de 2020, na...

A Jaqueline Gomes de Jesus se tornou a rainha das lives e a gente só tem a agradecer

A Jaqueline Gomes de Jesus é professora de Psicologia no Instituto Federal do Rio de Janeiro, Pós-Doutora pela Escola Superior de Ciências Sociais da Fundação Getúlio Vargas e seu foco de produção é pesquisa e aulas nas áreas de saúde do trabalhador, gestão da diversidade, trabalho, identidade social e movimentos sociais, com ênfase em gênero e feminismos, orerientação sexual e cor/raça. Mulher trans, a doutora se destaca por combater diariamente o lugar que é imposto pela sociedade para corpos como o seu. Com o isolamento social, necessário para o combate ao coronavírus, Jaqueline tem se dedicado a uma produção constante e participações...

Mais 19 quadrinistas e ilustradores LGBT que você precisa conhecer

Por Angelo Castro, assistente de programação da Casa 1. Colaborou Mario Cesar, organizador da POC CON.  Já destacamos uma lista de 19 quadrinistas, ilustradores e ilustradoras LGBT (que você pode conferir aqui) e falamos um pouco da importância da representatividade e de ecoarmos as vozes e vivências de pessoas LGBT, não somente falando de questões referentes às suas identidades e orientações afetivas sexuais, mas também de seu pontos de vista, desejos e experiências. Por isso, novamente com a ajuda de Mario Cesar, co-criador da POC CON trazemos mais 19 artistas para você conhecer, apoiar e compartilhar. POC CON https://www.instagram.com/p/BzB-U2zgOpz/ Tá, mas o que é POC...

Pequeno manual explica como fazer doações para Casa 1 via plataforma Benfeitoria

Com a necessidade da extensão do isolamento social para proteção individual e coletiva, a sustentabilidade financeira da Casa 1 se vê cada vez mais fragilizada, por isso se faz tão necessária a ajuda de todos e todas, em especial quando falamos da prática do financiamento coletivo recorrente, ou seja a contribuição financeira mensal feita pelas pessoas. E aí que entra a Benfeitoria, a plataforma que a Casa 1 utiliza para fazer a arrecadação. Para não ficar nenhuma dúvida de como colaborar preparamos um pequeno manual caso você tenha interesse em contribuir. Como funciona? Você entra no site  da plataforma, onde verá uma breve...

Livros e filmes para entender a importância da Luta Antimanicomial

Por Mariana Penteado, psicóloga formada pela USP. Atua nas áreas clínica e social. Colabora com o Centro de Acolhida e Cultura Casa 1 no Grupo de Trabalho de Saúde Mental e na Clínica Social Casa 1.  Diante do avanço da lógica manicomial financiada pelo Estado, faz-se necessário relembrar o "Dia Nacional da Luta Antimanicomial". A data, 18 de maio, reforça a importância do combate à exclusão, negligência, violências e cerceamento de direitos de pessoas em sofrimento psíquico. A lógica manicomial é essencialmente racista, classista, machista e LGBTfóbica e faz parte, portanto, do compromisso do combate a esses problemas estruturais e a necessidade...