Lorem quis bibendum auci Lorem gravida nibh vel velit auctor aliquet. Aenean sollicitudin, lorem quis bibendum auci elit consequat ipsutis sem nibh id elit. Duis sed odio sit amet nibh vulputate cursu. Ut enim ad minim veniam.

Follow me on instagram

© 2016 Your Business Name!

Tudo Que Vai Rolar na 18ª Caminhada das Mulheres Les e Bi de SP

Tudo Que Vai Rolar na 18ª Caminhada das Mulheres Les e Bi de SP

Desde 2003 que a Caminhada de Mulheres Lésbicas e Bissexuais de São Paulo acontece, em suas últimas edições, sempre no sábado que antecede a Parada do Orgulho LGBT. A Caminhada surge como uma forma potente de ecoar as demandas específicas das mulheres dentro do movimento sejam elas bissexuais, lésbicas, trans, travestis, negras, PCD e todas as singularidades que atravessam essas vivências.

Em contraponto com a Parada LGBT, a Caminha de Mulheres Lésbicas e Bissexuais é realizada de forma autônoma, sem uma associação nomeada para a gestão, sem articulações e relações institucionais e sem apoio de empresas, pois entendem a importância dessa autonomia para o compromisso com as pautas políticas que movem a Caminhada.

Em 2020 por conta do cenário de pandemia de Coronavirús, foram necessárias várias adaptações para que o evento acontecesse on-line. Desde o começo do isolamento social, promoveram lives com debates urgentes para o momento como “O Impacto do isolamento Social na vida de mulheres lés, bi cis e trans”. Já no dia 18 de junho a organização do evento lançou o Manifesto que norteia as ações desse ano, o documento que foi apresentado em lido em live, foi escrito e assinado por mulheres negras, indígenas, imigrantes, mães, com necessidades especiais, trans, travestis como fazem questão de ressaltar. Para esse ano o mote, frase que simboliza e sintetiza as principais pautas abordadas, é: “Contra Política da Morte, Mulheres Lésbicas e Bissexuais Resistem ao Fascismo e ao Racismo”.

O texto do Manifesto discorre ainda sobre o apagamento no contexto social e político das pautas de mulheres e a violação de seus direitos que está instaurada de maneira estrutural e sistêmica, trata também do contexto enfrentado diante da crise de Coronavírus acompanhada da crise política no país, que atinge de maneira particular as mulheres, o que pode ser evidenciado pelo crescimento dos números de caso de violência contra mulher, dentre outros indícios e desafios que esse cenário apresenta. O documento termina com exigências de políticas públicas, igualdade, inclusão e democracia, reiterando que é inaceitável a instauração de movimentos e políticas facistas, racistas e lesbo, bi transfóbicas.

A edição desse ano vai contar com três dias de programação com direito, a webnário, sarau e CineSapatão.

Confira a Programação:

25/06 – Quinta-feira

20h | Live sobre afetividades plurais entre mulheres com Walkiquia Rosa e Leona Wolf.

27/06 – Sábado

16h – 17h30 | Webnário – História de luta do movimento de mulheres lés e bis.

Dentre outros temas vão tratar sobre a própria trajetória da Caminhada.  Vai contar com a participação de Ana Carla Lemos, Márcia Balades e Irina Bastos com a mediação de Iara Viana.

17h30 – 19h| Sarau

As inscrições estão abertas até o dia 24/06 (Corre que ainda dá tempo, você pode se inscrever clicando aqui).

28/06 – Domingo

16h| Cine Sapatão

Vão ser exibidos os filmes “Sair do Armário” e “Periféricos” e acontecerá o debate com as diretoras.

18h| Lançamento do Vídeo Caminhada

Exibição do vídeo simbólico da 18ª edição da Caminhada de Mulheres Lésbica e Bissexuais de São Paulo.

 

Coloque na agenda, prestigie e fortaleça.

Mais detalhes você confere nas redes da Caminhada (Facebook, Intagram, Evento)

________

Foto que ilustra o post: Paulo Pinto/ Fotos Públicas

Centro de Acolhida e Cultura Casa 1
No Comments

Leave a Reply