De 2 a 8 de setembro de 2021, o VI Festival Internacional de Cinema LGBTI+ apresenta 20 filmes de 16 países diferentes, cuidadosamente selecionados para dar visibilidade e promover a pauta LGBTQIA+ através do cinema.

O evento tem a correalização da Delegação da União Europeia e do Sesc São Paulo e conta também com o apoio do Festival Curta Brasília e da UNAIDS.

Confira as datas de exibição e os limites de visualizações dessas e outras obras nesse link.

1. 02/09 a 04/09 – Dia de Salão

Reino Unido | 2018 | 8 min | Ficção | 12 anos
Direção: Abena Taylor-Smith

Amma passa o dia fazendo tranças em seu salão de cabeleireiro afrocaribenho local. É divertido, brilhante e cheio de risadas – mas como ela lidará com a homofobia casual?

Assista aqui .

2. 02/09 a 04/09 – Beyto

Suíça | 2020 | 98 min | Ficção | 14 anos
Direção: Gitta Gsell 

Nadador talentoso, jovem motivado, amigo leal: Beyto está vivendo o melhor da vida. Mas quando o filho único de uma família de imigrantes turcos se apaixona por seu treinador Mike, o seu mundo ideal cai em pedaços. Seus pais só enxergam uma saída: trazê-lo para sua cidade natal, para que ele se case com Seher, uma amiga de infância. De repente, Beyto se vê em um confuso triângulo amoroso.

Assista aqui.

03. 02/09 a 04/09 – Meu nome é Violeta

Espanha | 2019 | 73 min | Documentário | 16 anos
Direção: David Fernández, Marc Parramon

Duas famílias muito diferentes têm apenas algo em comum: um filho trans. Violeta, que acabou de completar 11 anos. Decidiu aos cinco anos que queria ser chamada e se vestir como uma menina. Demorou um pouco para que seus pais confusos aceitassem sua vontade. Porém, agora Violeta leva uma vida feliz. A história de Alan é exatamente o oposto. Ele sofreu na escola e o apoio de sua família não foi suficiente para impedir um resultado que mobilizou toda a sua cidade natal. Vencedor do Prêmio do Público e do Prêmio da Anistia Internacional da Catalunha, no Festival DocsBarcelona, em 2019.

Assista aqui.

04. 02/09 a 04/09 – Outro Sonho

Países Baixos | 2020 | 22 min | Documentário | 14 anos
Direção: Tamara Shogaolu

Documentário híbrido de animação e jogo de realidade virtual, Outro Sonho traz à vida a emocionante e verdadeira história de amor de um casal de lésbicas egípcias. Diante de ameaças à comunidade LGBTQ, elas escapam do Cairo em busca de asilo e aceitação na Holanda.

Assista aqui ou no Youtube.

05. 05/09 a 07/09 – Amores Livres

Bélgica | 2020 | 4 min | Animação | 10 anos
Direção: Emily Worms

Dois amigos conversam sobre seus relacionamentos. Entre o poliamor e a política, eles deixam seu amor florescer livremente.

Assista pela plataforma Sesc Digital a partir do dia indicado.

06. 05/09 a 07/09 – Meu pai Marianne

Suécia | 2020 | 110 min | Drama | 12 anos
Direção: Martên Kingberg

Depois do fim do relacionamento, Hanna deixa Estocolmo e retorna à sua pequena cidade natal Alingsås. Seu mundo vira de cabeça para baixo quando seu pai, um respeitado padre na comunidade, revela à sua família seu lado feminino e se assume como Marianne.

Assista pela plataforma Sesc Digital a partir do dia indicado.

07. 02/09 até 08/09 – Os Últimos Românticos do Mundo

Brasil | 2020 | 23 min | Ficção | 14 anos
Direção: Henrique Arruda

2050. O mundo como conhecemos está prestes a ser extinto por uma nuvem rosa. Distante do caos urbano, Pedro e Miguel só buscam a eternidade.

Assista aqui.

08. 02/09 até 08/09 – Inabitáveis

Brasil | 2020 | 25 min | Ficção | 16 anos
Direção: Anderson Bardot

Uma companhia contemporânea de dança está prestes a estrear Inabitáveis, o seu mais novo espetáculo que aborda como tema a homoafetividade negra. Paralelamente aos ensaios, o coreógrafo constrói uma amizade com Pedro, um jovem negro que não se identifica como menino.

Assista aqui.

Compartilhe:

Por Casa 1

A Casa 1 é uma organização localizada na região central da cidade de São Paulo e financiada coletivamente pela sociedade civil. Sua estrutura é orgânica e está em constante ampliação, sempre explorando as interseccionalidade do universo plural da diversidade. Contamos com três frentes principais: república de acolhida para jovens LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsos de casa, o Galpão Casa 1 que conta com atividades culturais e educativa e a Clínica Social Casa 1, que conta com atendimentos psicoterápicos, atendimentos médicos e terapias complementares, com foco na promoção de saúde mental, em especial da comunidade LGBT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *