A deputada estadual de São Paulo Érica Malunguinho (PSOL), listou em suas redes sociais os 21 históricos do movimento LGBT+ no Brasil, confira: 

1978: Fundação do Grupo Somos, primeira organização sociopolítica em defesa dos direitos LGBT no Brasil 

1985: É criado o Programa de DST e AIDS no Ministério da Saúde

1990: Despatologização da homossexualidade, que deixa de ser reconhecida pela OMS como doença

1992: Nascimento da Associação de Travestis e Liberados, fundada no Rio de Janeiro 

1992: Kátia Tapety é eleita como vereadora no município de Colônia (PI) e torna-se a primeira travesti eleita no Brasil

95/2020: Consolidação da primeira rede nacional de entidades do Movimento de Travestis e Transexuais do Brasil: RENATA/RENTRAL/ANTRA

1997: SUS passa a realizar cirurgias de redesignação secual em caráter experimental 

2008: Processo Transexualizador é instituído no SUS

2009: Nome social é instituído no SUS

2010: Início das atividades do Conselho Nacional de Combate à Discriminação e Promoção dos Direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (CNCD/LGBT)

2011: Protocolo da ADI a favor da União Estável Homossexual 

2013: Lançamento da Política Nacional de Saúde Integral LGBTI 

2015: Programa Transcidadania é lançado no município de São Paulo

2016: Dilma Rousseff assina decreto que garante o direito ao nome social e o reconhecimento da identidade de gênero das pessoas trans 

2018: STF garante a retificação de nome e sexo nos registros civis de pessoas trans no Brasil

2018: Erica Malunguinho é eleita e torna-se a primeira mulher trans eleita deputada no Brasil 

2019: STF vota favorável à criminalização da LGBTfobia

2019: A transexualidade deixa de ser reconhecida pela OMS como transtorno mental

2020: STF derruba proibição de doação de sangue por parte de pessoas LGBTQIA+ 

2020: Publicação da mais recente resolução do Conselho Nacional de Justiça sobre a população LGBTQIA+ em privação de liberdade

2020: Mais de 30 pessoas trans foram eleitas no pleito municipal de 2020

Foto de Capa: Wikimedia Commons

Compartilhe:

Por Casa 1

A Casa 1 é uma organização localizada na região central da cidade de São Paulo e financiada coletivamente pela sociedade civil. Sua estrutura é orgânica e está em constante ampliação, sempre explorando as interseccionalidade do universo plural da diversidade. Contamos com três frentes principais: república de acolhida para jovens LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsos de casa, o Galpão Casa 1 que conta com atividades culturais e educativa e a Clínica Social Casa 1, que conta com atendimentos psicoterápicos, atendimentos médicos e terapias complementares, com foco na promoção de saúde mental, em especial da comunidade LGBT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *