Narrativa passeia por traumas e desejos de um protagonista que, assim como tantos jovens LGBTQIA+, cresceu com o peso do fundamentalismo religioso em suas costas.

O escritor, roteirista e produtor editorial, Stefano Volp, acaba de lançar sua nova obra, intitulada O Beijo do Rio. Autor do aclamado “Homens Pretos (Não) Choram”, Volp foi o escolhido da TAG – Experiências Literárias para compor a edição de abril da TAG Inéditos, modalidade de assinatura que envia best-sellers mundiais e grandes apostas da literatura contemporânea. Para o restante do público, a obra será lançada pela editora HarperCollins, em julho.

O Beijo do Rio é o primeiro livro de suspense do Volp, sendo um thriller psicológico com protagonista bissexual, carioca e negro. Inicialmente, a ideia do escritor era fazer uma série, mas acabou reconsiderando e transformou o piloto em sua mais nova obra literária. “Para ser sincero, foi um processo visceral, desconfortável e angustiante. Mas há muito prazer nisso também. Terminei em menos de um mês”, revela o autor em entrevista exclusiva à TAG.

Na história, conhecemos Daniel, um homem negro e bissexual, que mora em Ubiratã, no Rio de Janeiro, acompanhamos sua vida, suas lutas, sua “vontade de derramar as lágrimas que haviam secado dentro de si” e os “segredos escondidos sob águas turvas”. Com o desenrolar da trama, os mistérios vão sendo revelados e a narrativa vai ficando cada vez mais envolvente.

Anteriormente, Stefano provou ser capaz de criar obras de ficção científica e contos emocionantes, e agora embarca no suspense. “Sempre quis desenvolver uma história de suspense porque é meu gênero favorito”, explica.

Além disso, Volp também produz a capa de seus próprios livros. Para esta edição exclusiva da TAG, ele conta à editora que a ideia é remeter ao elemento “água”, sugerido pelo título, fazendo uso de tons frios e quase bucólicos, pois acredita que a história do protagonista, Daniel, pede isso: “É sobre frieza, margem, passado, sombras e vazio”.

Para adquirir O Beijo do Rio ainda em abril, assine a caixa da TAG, ou então aguarde a nova edição feita pela HarperCollins, que estreia em julho.

Foto de capa: Divulgação/ Victor Vieira

Por Casa 1

A Casa 1 é uma organização localizada na região central da cidade de São Paulo e financiada coletivamente pela sociedade civil. Sua estrutura é orgânica e está em constante ampliação, sempre explorando as interseccionalidade do universo plural da diversidade. Contamos com três frentes principais: república de acolhida para jovens LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsos de casa, o Galpão Casa 1 que conta com atividades culturais e educativa e a Clínica Social Casa 1, que conta com atendimentos psicoterápicos, atendimentos médicos e terapias complementares, com foco na promoção de saúde mental, em especial da comunidade LGBT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *