BLOG

Pajubá Lab busca projetos com narrativas LGBTQIAP+: evento gratuito conta com mentoria remota e formações presenciais

Pajubá Lab é um programa pioneiro de mentoria de argumentos de longas-metragem e de obras seriadas com temáticas de gênero e diversidade sexual. A programação contará com um laboratório de mentoria, além de dois cursos de formação, “Meu Primeiro Argumento Cinematográfico” e “Construção de Personagem/Protagonismo Feminino e LGBTQIA+ no Cinema Contemporâneo”.

O evento é uma realização das produtoras Cinetrupe, Invasão Produções e Um Silva, contemplado pelo edital de Fomento à Cultura (Foca), da Secretaria de Cultura da Prefeitura do Rio de Janeiro, e com apoio do Centro Municipal de Artes Hélio Oiticica e do Centro de Artes Calouste Gulbenkian. Os mesmos idealizadores realizaram a primeira edição do Pajubá Fest – Festival de Cinema LGBTI+ do Rio de Janeiro – em março de 2021.

As inscrições para o laboratório de mentoria estarão abertas de 22 de maio a 11 de junho, onde serão selecionados 8 projetos, sendo 4 de longa metragem e 4 de obras seriadas. Enquanto que as inscrições para os cursos de formação ocorrerão de 30 de junho a 13 de julho.

O evento será realizado entre 24 e 28 de julho de 2023, sendo o laboratório de mentoria em formato remoto e os cursos de formação em formato presencial no Centro de Artes Calouste Gulbenkian e no Centro Municipal de Artes Hélio Oiticica, ambos no Rio de Janeiro.

O Pajubá Lab é gratuito e voltado para pessoas com projetos de longa-metragem ou obras seriadas de temática LGBTI+ de todo o Brasil. Foi idealizado para quem possui o interesse de se profissionalizar em processos de criação. Não é exigido formação na área audiovisual para se inscrever, mas é fundamental haver dedicação e identificação com o ofício da escrita e da produção cinematográfica. 

No laboratório, os selecionados serão assessorados por 4 mentores atuantes e renomados no mercado pelos seus trabalhos com temática LGBTI+: Ary Rosa, roteirista de “Café Com Canela” (2017); Gustavo Vinagre, roteirista de “Três Tigres Tristes” (2022); Julia Katharine, roteirista de “Lembro Mais dos Corvos” (2018); e Marina Meira, roteirista da série “Sem Filtro” (2023) da Netflix. Os participantes ganharão certificado.

As formações serão ministradas por Fidelys Fraga, que conduzirá as aulas de “Meu Primeiro Argumento Cinematográfico”; e por Sandra Pereira, que vai liderar o estudo de “Construção de Personagem/Protagonismo Feminino e LGBTQIA+ no Cinema Contemporâneo”. Os dois cursos terão um total de 12 horas cada, divididas em 4 horas por dia, durante os 3 dias de evento. Os participantes ganharão certificado.

Proposta do evento:

Pessoas LGBTI+ ainda encontram resistência de terem suas histórias representadas no audiovisual, onde frequentemente se vêem reduzidas a personagens secundários, estereotipados, sexualizados e limitantes. É fundamental romper com este paradigma do setor.

Diante deste cenário, o Pajubá Lab possui um caráter completamente inédito em âmbito nacional, onde a proposta é ser um espaço para formação, profissionalização e celebração da diversidade sexual através da linguagem audiovisual. O evento almeja fortalecer a presença de narrativas LGBTI+, a estimular produções que confiram a sensação de pertencimento e reconhecimento, além de contribuir para o desenvolvimento dos roteiristas do meio.

A Casa 1 é uma organização localizada na região central da cidade de São Paulo e financiada coletivamente pela sociedade civil. Sua estrutura é orgânica e está em constante ampliação, sempre explorando as interseccionalidade do universo plural da diversidade. Contamos com três frentes principais: república de acolhida para jovens LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsos de casa, o Galpão Casa 1 que conta com atividades culturais e educativa e a Clínica Social Casa 1, que conta com atendimentos psicoterápicos, atendimentos médicos e terapias complementares, com foco na promoção de saúde mental, em especial da comunidade LGBT.

Notícias Relacionadas

Conheça Quinze Dias e outros 3livros representativos para ler e dep...

Encontro de Lutas: confluências entre o Dia Internacional de combat...

VoteLGBT participa do WebSummit Rio

23ª Feira Cultural da Diversidade LGBT+ transforma o Memorial da Am...

Espetáculo LGBT+ estreia gratuitamente em bibliotecas de SP

Sem apoio institucional, professores de SP combatem LGBTfobia com c...

Movimento Indígena LGBTQIAPN+ lança manifesto durante Acampamento T...

Marina Lima celebra sua carreira em show único na Casa Natura Music...

Premiado filme espanhol, “20.000 espécies de abelha” se...

10 formas de saber mais sobre Libras e a comunidade surda

“Amor e outras Revoluções”, peça inspirada em obra de b...

28ª Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo, que acontece dia 2 de jun...