A ligação da Casa 1 com a literatura vem desde do dia da sua fundação, quando na festa de abertura contamos com a galera do “Esqueça um Livro”, doando títulos para Biblioteca Caio Fernando Abreu.

De lá pra cá, muita água rolou e a nossa biblioteca comunitária segue firme e forte e você pode saber mais sobre ela aqui.

E para incentivar cada vez mais pessoas a desbravarem o universo dos livros, a gente fez ao longo de 2019 e 2020 publicações semanais chamadas #LiteraturadaSemana.

Junto das indicações ilustrações e artes incrível da da Paola Rodrigues, diretora de arte da Casa 1.

Para não deixar esse conteúdo se perder nesse mundão das redes sociais, selecionamos os títulos que seguem disponíveis online e gratuitos para que você possa ler.

Boa leitura!

1. “Macunaíma” | Mário de Andrade

Existem muitas formas de descrever a trama de “Macunaíma – O Herói Sem Nenhum Caráter”, mas nenhuma delas dá conta da genialidade e complexidade da obra que narra a trajetória do homem que ao nascer já diz a que vem ao mundo com a clássica frase “Aí que preguiça”.

Escrito por Mario de Andrade e publicado em 1928, ganhou uma icônica adaptação cinematográfica em 1969 protagonizada pelo Grande Otelo e que ilustra este post.

Você pode ser gratuitamente no Kindlle que conta com aplicativo gratuito para celulares Apple, Android, Windows Phone e computadores com sistema operacional Mas, Windows 8, Windows 7, XP e Vista: https://amzn.to/2MJatPl

Ou então neste PDF https://bit.ly/37eMDnM

2. “Pensamento feminista negro: conhecimento, consciência e a política do empoderamento” | Patricia Hill Collins

Como forma de divulgação do livro “Pensamento feminista negro: conhecimento, consciência e a política do empoderamento” a editora Boitempo disponibilizou um “minilivro” com alguns textos que funcionam como uma espécie de introdução da autora Patricia Hill Collins e pode ser uma boa forma de começar a desbravar o tema.

Patrícia é professora emérita do Departamento
de Sociologia da Universidade de Maryland. Foi a primeira
mulher negra a presidir a Associação Americana de Sociologia e é considerada, ao lado de Angela Davis e Bell Hooks, uma das mais influentes pesquisadoras do feminismo negro nos Estados Unidos.

Você pode ler e baixar “Pensamento Feminista Negro” aqui >>> https://bit.ly/3dxzGYD

3. “Dentro da Noite” | João do Rio

“Dentro da Noite” escrito por João do Rio é um livro de contos, onde um deles dá título ao livro e é um clássico da literatura de terror em língua portuguesa.
João do Rio é o pseudônimo de João Paulo Emílio Cristóvão dos Santos Coelho Barreto (ufa!), um jornalista, cronista, tradutor e teatrólogo brasileiro. Em “Dentro da Noite”, João explorou, como poucos, as bizarras obsessões e manias presentes nos seus contemporâneos, lançando mão de uma escrita cheia de sensualidade, humor e horror.

O livro está em domínio público e pode ser lido aqui: https://bit.ly/2zBXc87

4. “Três Vezes Hilda – Biografia, Correspondência e Poesia” |Vários autores

“Três Vezes Hilda”envolve ninguém mais, ninguém menos que a escritora Hilda Hilst, uma das maiores do nosso país e homenageada da FLIP de 2018.

O livro inclui um perfil biográfico de Hilda Hilst por Ana Lima Cecilio, três cartas de Caio Fernando Abreu (que dá nome à nossa Biblioteca) para a autora de “Amavisse” e três poemas de amor.

Ele pode ser lido de graça no Kindlle que conta com aplicativo gratuito para celulares Apple, Android, Windows Phone e computadores com sistema operacional Mas, Windows 8, Windows 7, XP e Vista: https://amzn.to/3cQelcv

5. “O Amanhã Não Está à Venda” | Ailton Krenak

Aiton Krenak, um dos mais importantes pensadores brasileiro e ativista pelas causas indígenas teve seu primeiro, e até então único livro, “O Lugar Onde a Terra Descansa” publicado no ano 2000 que tem como premissa falar sobre o impacto ambiental causado pelo ser humano a partir da cosmologia Yanomami.

Já no ano passado, “Ideias Para Adiar o Fim do Mundo” é publicado e evidencia ainda mais o trabalho do líder indígena. Em comum, as duas obras são produções baseadas em palestras e entrevistas, o que faz com que o conteúdo seja extremamente didático e próximo.

Neste “O Amanhã Não Está à Venda”, Ainton fala sobre o aqui e agora e os impactos do coronavirus nas sociedades. Curtinho, fácil e extremamente importante.

Você pode ler nesse PFD: https://bit.ly/3ba5nVO
Ou também pelo Kindlle que conta com aplicativo gratuito para celulares Apple, Android, Windows Phone e computadores com sistema operacional Mas, Windows 8, Windows 7, XP e Vista: https://amzn.to/3beAHTG

6. Úrsula | Maria Firmina dos Reis

Maria Firmina dos Reis é considera a primeira romancista do Brasil e seu livro de estreia “Ursula”, o precursor da temática abolicionista na literatura brasileira, anterior inclusive de “Navio Negreiro” do Castro Alves.

O livro narra a história de Úrsula, uma mocinha típica de folhetins que se apaixona por Tancredo mas encontra no meio do romance o perverso tio, Comendador Fernando. No entanto a força do livro está nos personagens Túlio, Susana e Antero, negros escravizados que tem nome e história, algo praticamente inexistente na literatura brasileira durante séculos.

Você pode ler no Kindlle de graça aqui:
https://www.amazon.com.br/…/dp/B07KX4XY9H/ref=sr_1_335…

Ou pode baixar aqui no site da Câmara dos Deputados: http://bd.camara.leg.br/bd/handle/bdcamara/35999

7. “Frankenstein”|Mary Shelley

Frankenstein é considerada a primeira obra de ficção cientifica da história e que foi escrito quando Mary Shalley tinha apenas 19 anos.

A trama narra a história de Victor Frankenstein (sim, o nome do livro é do criador e não da criatura), cientista que tem como objetivo criar um ser humano, que acaba por ser um monstro.

Cheio de questões existenciais em uma narrativa extremamente envolvente, Frankenstein é uma leitura imperdível.

Pode ser lida em PDF de graça aqui:
https://bit.ly/2LmAcfJ

8. “Dom Casmurro” | Machado de Assis

Dom Casmurro, publicado em 1899 é um dos maiores clássicos da literatura brasileira, com incontáveis adaptação para tv, cinema e teatro. No entanto, não há prazer maior do que acompanhar o texto de Machado de Assis página por página.

Na trama, que pode ser lida de muitas formas, traz o narrador Bentinho relatando sua mocidade, tempos de seminário, paixão e principalmente os ciúmes da enigmática Capitu.

Como toda a obra de Machado, o livro já é de domínio público e pode ser lido aqui: bit.ly/DomCasmurroDominioPublico

9. “Os Sertões” | Euclides da Cunha

“Os Sertões” de Euclides da Cunha, é considerado o primeiro livro-reportagem da literatura brasileira e narra os acontecimentos da Guerra de Canudos.

Além do livro que pode ser lido gratuitamente neste link: bit.ly/OsSertões e ainda assistir a adaptação icônica para os palcos pela companhia Teatro Oficina Uzyna Uzona neste link bit.ly/OsSertõesOficina

10. “Sejamos Todos Feministas” | Chimamanda Ngozi Adiche

“Sejamos todos feministas” é uma adaptação do discurso feito por Chimamanda Ngozi Adichie no TEDx Euston, que conta com mais de 1,5 milhão de visualizações e foi musicado pela Beyoncé.

O livro curtinho é uma aula sobre feminismo em linguagem simples e uma visão de mundo que prioriza o diálogo.

Chimamanda é nigeriana e se tornou uma das mais importantes vozes do país e do mundo graças aos seus posicionamentos e belos livros: “Hibisco Roxo” (2003), “Meio Sol Amarelo”, 2006 e Americanah (2013), entre outros.

O livro pode ser lido gratuitamente no Kindlle que conta com aplicativo gratuito para celulares Apple, Android, Windows Phone e computadores com sistema operacional Mas, Windows 8, Windows 7, XP e Vista clicando aqui.

11. “A Resistência dos Vaga-Lumes” | João Silvério Trevisan

“A resistência dos Vaga-Lumes – Mobilização da Comunidade no Brasil” é um capitulo do livro bíblica da comunidade gay “Devassos no Paraíso” e apresenta projetos e organizações que se mobilizam em prol da população LGBT ao longo das décadas.

Ele pode ser lido de graça no Kindlle que conta com aplicativo gratuito para celulares Apple, Android, Windows Phone e computadores com sistema operacional Mas, Windows 8, Windows 7, XP e Vista: https://amzn.to/2YLTG4H

12. “Malala – A Menina Que Queria Ir Para Escola” | Adriana Carranca

O livro-reportagem “Malala, a menina que queria ir para a escola” foi escrito pela jornalista Adriana Carranca e conta com ilustrações da Bruna Assis Brasil.
O livro relata às crianças a história da adolescente paquistanesa Malala Yousafzai, baleada por membros do Talibã aos catorze anos por defender a educação feminina. A repórter traz suas percepções sobre o vale do Swat, a história da região e a definição dos termos mais importantes para entender a vida desta menina tão corajosa.

Você pode ler gratuitamente aqui: https://bit.ly/3ffEp2c

13. “Extraordinárias – Mulheres que Revolucionaram o Brasil” | Duda Porto de Souza e Aryane Cararo

Desde 2017 o PNLD, Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD) realiza compra de livros e distribui para escolas de todo Brasil e muitas editoras que tiveram seus livros aprovados e enviados passaram a disponibilizar online e gratuitamente alguns títulos.

Esse é o caso de “Extraordinárias – Mulheres que Revolucionaram o Brasil” escrito por Duda Porto de Souza e Aryane Cararo que conta a história de quarenta mulheres brasileiras e cinco chamadas “abrasileiradas”, ou seja, que não nasceram por aqui mas tiveram papel importante na história do país.

O livro é uma delicia de ler e uma lindeza sem tamanho: da capa às ilustrações de Adriana Komura, Bárbara Malagoli, Bruna Assis Brasil, Helena Cintra, Joana Lira, Lole, Laura Athyde, Veridiana Scarpelli e Yara Kono, tudo é uma graça.

Você pode ler gratuitamente aqui: https://pt.calameo.com/read/00565324054223459c52c

14. “A Menina Sem Palavra” | Mia Couto

Nossa indicação é o livro “A Menina sem Palavra” que reúne crônicas escritas pelo célebre escritor moçambicano Mia Couto.

No livro, o tema da infância é fio condutor para narrar a complexidade da vida através dos pequenos acontecimentos do cotidiano.

O livro pode ser lido gratuitamente aqui: https://bit.ly/30SMS6m

15. “Informe do Planeta Azul e Outras Histórias” | Luis Fernando Verissimo

Uma antologia com mais de quarenta textos de Luis Fernando Verissimo, alguns deles publicados nos anos 1980 e 1990 e, em alguns casos, nunca mais republicados, “Informe do Planeta Azul e Outras Histórias” traz uma grande variedade de temas que vai de trechos do diário do dr. Frankenstein e a história do japonês que não sabia que a Segunda Guerra Mundial tinha terminado, sempre sob o olhar atento, inteligente e bem-humorado do autor gaúcho.

Você pode ler online e de graça aqui: https://pt.calameo.com/read/00565324053e236d099bd

16. “A Falência” |Júlia Lopes de Almeida

“A Falência”, livro que conta sobre Camila, uma moça de origem pobre e que é casada com Francisco Theodoro em virtude da comodidade que a riqueza do marido lhe traz, percebe em si o despertar de uma paixão que possui em um rapaz chamado Gervásio. É uma bela história e foi um dos pilares para o sucesso da escritora Júlia Lopes de Almeida.

Leia aqui gratuitamente: https://bit.ly/32xqK12

17. “Os Aviões Ficaram No Chão” | Mário Magalhães

“Os Aviões Ficaram No Chão”, do escritor Mário Magalhães traz uma narrativa dos ocorridos durante o Golpe de 64, em destaque as idas e vindas do Jango e governistas, as ações do Luis Carlos Prestes e do Partido Comunista no combate da ditadura. O livro é um capítulo do outro livro “Marighella — O guerrilheiro que incendiou o mundo”, do mesmo autor, e traz várias histórias que relatam as jornadas que convulsionaram e mudaram o rumo do Brasil.

Para ler gratuitamente: https://amzn.to/3hqqXJ6

18. “O Navio Negreiro” | Antônio Frederico de Castro

O Navio Negreiro” do escritor baiano Antônio Frederico de Castro Alves, ou somente Castro Alves, como ficou mais conhecido foi publicado em 1869. O livro na verdade é um único poema épico dramático dividido em seis partes, que relata as condições dos navios negreiros, os quais traziam africanos escravizados para o Brasil.

A obra está em domínio público e pode ser acessada gratuitamente aqui: https://bit.ly/32yF0YA

19. “Grandes Vultos que Honraram o Senado: Abdias Nascimento” | Elisa Larkin Nascimento

“Grandes Vultos que Honraram o Senado: Abdias Nascimento” traz a biografia do ativista, poeta, ator e escultor Abdias Nascimento, também conhecido por cumprir o mandato de deputado federal e ter sido defensor da valorização da cultura negra. Abdias teve uma atuação importantíssima na fundação do Movimento Negro Unificado em 1978 e na criação do Dia Nacional da Consciência Negra. Maravilhoso, né? O e-book está disponível de forma gratuita na livraria do Senado: https://bit.ly/3iWS9k7

20. “Bertha Lutz” | Teresa Cristina de Novaes Marques

O livro “Bertha Lutz”, escrito pela autora Teresa Cristina de Novaes Marques conta a história de Bertha Lutz, servidora pública em um tempo em que poucas mulheres atuavam na administração pública e colaboradora da diplomacia brasileira em momentos cruciais. Sua trajetória política se confunde com a história do movimento pelo sufrágio feminino no Brasil. Neste livro o leitor encontrará pontos relevantes de sua atuação feminista e política, além de seus principais discursos.

A versão e-book está disponível gratuitamente no site da Câmara dos Deputados: https://bit.ly/2Ga1O8Z

Compartilhe:

Por Casa 1

A Casa 1 é uma organização localizada na região central da cidade de São Paulo e financiada coletivamente pela sociedade civil. Sua estrutura é orgânica e está em constante ampliação, sempre explorando as interseccionalidade do universo plural da diversidade. Contamos com três frentes principais: república de acolhida para jovens LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsos de casa, o Galpão Casa 1 que conta com atividades culturais e educativa e a Clínica Social Casa 1, que conta com atendimentos psicoterápicos, atendimentos médicos e terapias complementares, com foco na promoção de saúde mental, em especial da comunidade LGBT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *