BLOG

Gestão compartilhada das Casas de Cultura de SP será discutida em audiência na Câmara Municipal

No dia 9/3, quinta-feira, a Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara Municipal realizará uma Audiência Pública com o tema “Gestão Compartilhada das Casas de Cultura”.

O debate atende o requerimento dos vereadores Elaine do Quilombo Periférico (PSOL) e Jair Tatto (PT).

Em dezembro do ano passado a Prefeitura abriu uma consulta pública sobre a minuta do edital de chamamento das Casas de Cultura do município, com a finalidade de estabelecer a gestão compartilhada com organizações da sociedade civil. Para os vereadores, “a parceria pretendida inaugura controvérsias acerca da iniciativa servir ou não ao interesse público”.

Profissionais da cultura já se posicionaram contra iniciativa, chamada de “privatização da cultura”.

Pessoas interessadas no tema podem participar da audiência presencialmente, virtualmente ou enviar manifestações por meio do formulário disponível aqui. O debate será transmitido ao vivo no Portal da Câmara e nas redes sociais do Legislativo no Youtube.

Serviço:

Audiência Pública da Comissão de Finanças e Orçamento
Tema: Gestão compartilhada das Casas de Cultura
Data: 9/3
Horário: 10h
Local: Viaduto Jacareí, 100 – Bela Vista, São Paulo
Transmissão: Salão Nobre e redes sociais da CMSP

Mais informações: financas@saopaulo.sp.leg.br

Sobre as Casas de Cultura

Instituídas pela Lei nº 11.325/1992, as Casas de Cultura são equipamentos fundamentais para o fomento e a realização de atividades culturais e artísticas nas regiões periféricas da cidade por meio de uma programação de atividades e eventos que abarcam uma diversidade de expressões culturais.

Foto de capa:  Foto: Campanha SOS Casas de Cultura – @soscasasdecultura

A Casa 1 é uma organização localizada na região central da cidade de São Paulo e financiada coletivamente pela sociedade civil. Sua estrutura é orgânica e está em constante ampliação, sempre explorando as interseccionalidade do universo plural da diversidade. Contamos com três frentes principais: república de acolhida para jovens LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsos de casa, o Galpão Casa 1 que conta com atividades culturais e educativa e a Clínica Social Casa 1, que conta com atendimentos psicoterápicos, atendimentos médicos e terapias complementares, com foco na promoção de saúde mental, em especial da comunidade LGBT.

Notícias Relacionadas

Instituições fazem mapeamento de candidaturas LGBTQIAPN+ para as el...

Senado aprova texto que cria recurso de proteção para LGBTQIA+ enca...

Como surgem e se espalham os projetos de lei contra LGBTQIA+ no Brasil

Ministério destina R$ 8,5 milhões em ações para população LGBTQIA+

Museu da Diversidade Sexual será reaberto em São Paulo

POC CON chega na 4ª edição com mais de 170 artistas, Cosplay Lip Sy...

Em 2024, Masp terá programação focada na diversidade LGBTQIA+

Casa 1 realiza primeira chamada aberta do ano para educadores e ofi...

Inscrições para o projeto Plataforma Conexões 2024, do Museu da Lín...

Paradas LGBTQIA+ viram alvo de perseguição política no Brasil

Casos de HIV cresceram 17% no Brasil, aponta boletim do Ministério ...

Deputadas federais LBTs apresentaram 21 PLs pró-LGBTQIA+, em 2023