BLOG

Memorial da Resistência abre inscrições para edital de Comunicação em Direitos Humanos

Museu selecionará duas propostas de conteúdos jornalísticos que discutam o papel das mulheres na luta contra a Ditadura Civil-Militar (1964-1985)

Neste dia 25 de janeiro, o Memorial da Resistência de São Paulo, museu da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, abre inscrições para o edital Memórias do Presente: Comunicação em Direitos Humanos sobre o tema “Ditadura e Gênero”.

Como as mulheres lutam? Pelo que lutam? Quais são suas histórias? Presentes nas lutas operárias, na luta armada, ou em organizações feministas, mobilizando-se em clubes de mães ou atuando na busca incansável por seus parceiros e familiares desaparecidos, mulheres romperam com o papel tradicionalmente conferido a elas enquanto lutavam contra o autoritarismo da época nas mais diversas frentes de oposição.

A segunda edição do edital selecionará duas propostas jornalísticas que destaquem o papel das mulheres – cisgêneros, transexuais e travestis – na luta contra a Ditadura Civil-Militar (1964-1985), e reflitam sobre como o aparato opressor do Estado atuou contra a condição específica da mulher, as desigualdades e a violência de gênero, e seus e desdobramentos na atualidade.

Voltado a pesquisadores, jornalistas, comunicadores e coletivos jornalísticos de todo o Brasil que atuam de forma independente, o edital busca fomentar pesquisas e conteúdos jornalísticos que contribuam para a defesa dos Direitos Humanos e para a preservação das memórias sobre os períodos ditatoriais brasileiros.

Os participantes deverão enviar até o dia 8 de fevereiro uma proposta de conteúdo jornalístico, estruturada em três publicações. O resultado do edital será divulgado no dia 8 de março, e as duas propostas selecionadas serão publicadas no site e nas redes sociais do Memorial da Resistência.

Mais informações na página do Edital Memórias do Presente: Comunicação em Direitos Humanos, no site do Memorial da Resistência.

Memorial da Resistência de São Paulo

Endereço: Largo General Osório, 66 – Santa Ifigênia, São Paulo – SP
Horário: quarta a segunda, das 10h às 18h (fecha às terças)
Telefone: (11) 3335-5910

Foto de capa: Arquivo Público do Estado de São Paulo (APESP)

A Casa 1 é uma organização localizada na região central da cidade de São Paulo e financiada coletivamente pela sociedade civil. Sua estrutura é orgânica e está em constante ampliação, sempre explorando as interseccionalidade do universo plural da diversidade. Contamos com três frentes principais: república de acolhida para jovens LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsos de casa, o Galpão Casa 1 que conta com atividades culturais e educativa e a Clínica Social Casa 1, que conta com atendimentos psicoterápicos, atendimentos médicos e terapias complementares, com foco na promoção de saúde mental, em especial da comunidade LGBT.

Notícias Relacionadas

Instituições fazem mapeamento de candidaturas LGBTQIAPN+ para as el...

Senado aprova texto que cria recurso de proteção para LGBTQIA+ enca...

Como surgem e se espalham os projetos de lei contra LGBTQIA+ no Brasil

Ministério destina R$ 8,5 milhões em ações para população LGBTQIA+

MST realiza o 1º Encontro Nacional de Travestis e Transexuais Sem T...

MPF pede revogação de norma do CFM que recomenda cirurgia precoce e...

O que diz nova resolução do Governo de SP sobre pessoas LGBT+ no si...

Paradas LGBTQIA+ viram alvo de perseguição política no Brasil

Casos de HIV cresceram 17% no Brasil, aponta boletim do Ministério ...

Deputadas federais LBTs apresentaram 21 PLs pró-LGBTQIA+, em 2023

Governo Lula anuncia a quarta edição da Conferência Nacional LGBTQIA+

‘Se for evento hétero, podem’: vereadores querem impedir criança na...