Nos dias 24, 25 e 26 de outubro de 2022 aconteceu o “III Encontro Regional para a Proteção de Refugiados e Migrantes LGBTQI+ nas Américas na Colômbia” e nossa assistente social, Madalena Soares, foi a representante da instituição.

Além da Casa 1, 22 organizações de 14 países estavam presentes para discutir novas estratégias para transformação social e trocar experiências de espaços de acolhida!

Leia o comunicado oficial do encontro na íntegra

“Nós da Rede de Mobilidade Humana LGBTIQ+ queremos apresentar o trabalho conjunto realizado nos dias 24, 25 e 26 de outubro de 2022 na cidade de Bogotá, Colômbia, durante o III Encontro Regional para a Proteção de Pessoas Refugiadas e Migrantes LGBTIQ+ nas Américas. Cada integrante da Rede realiza trabalho comunitário e/ou advocacy em seu respectivo país, por isso criamos ações que buscam fortalecer nossas capacidades de proteção e acompanhamento na defesa dos direitos humanos de refugiados e migrantes LGBTIQ+.

Dentre essas ações, podemos destacar o fortalecimento de nossas capacidades técnicas e conceituais, com o objetivo de propiciar que as organizações criem mecanismos de proteção e promoção dos direitos
humanos das pessoas no contexto da mobilidade humana da comunidade LGBTIQ+; a criação de ferramentas como o mapeamento de serviços de atendimento a essas pessoas nas Américas; e promover espaços de troca de experiências entre as organizações, principalmente as bem-sucedidas, para poder replicá-las.

A Rede busca influenciar governos locais e nacionais e espaços multilaterais, além de agências de cooperação e organizações internacionais de direitos humanos, para a criação de vínculos com a
sociedade civil e o reconhecimento das constantes dificuldades e violações dos Direitos Humanos a que estão expostas as pessoas LGBTIQ+ em situação de mobilidade humana e movimentos migratórios mistos.

Queremos ajudar para que a resposta a considere as necessidades dessas pessoas, levando em conta sua diversidade, não apenas por orientação sexual, identidade e/ou expressão de gênero e características sexuais diversas, mas também outras interseccionalidades que afetam e colocam em risco sua integridade. Nos comprometemos a contribuir para uma resposta mais eficaz e solidária.

Em relação ao fortalecimento interno da rede, propomos o seguinte:

  1. Queremos gerar instrumentos que permitam coletivizar a ação das
    organizações participantes da Rede.
  2. Pretendemos promover o fortalecimento interno por meio da formação
    em questões de mobilidade humana.
  3. Promoveremos o perfil das organizações que compõem a Rede, a fim de
    dar visibilidade ao trabalho coletivo.”

Por Casa 1

A Casa 1 é uma organização localizada na região central da cidade de São Paulo e financiada coletivamente pela sociedade civil. Sua estrutura é orgânica e está em constante ampliação, sempre explorando as interseccionalidade do universo plural da diversidade. Contamos com três frentes principais: república de acolhida para jovens LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsos de casa, o Galpão Casa 1 que conta com atividades culturais e educativa e a Clínica Social Casa 1, que conta com atendimentos psicoterápicos, atendimentos médicos e terapias complementares, com foco na promoção de saúde mental, em especial da comunidade LGBT.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Oie, divide seu email com a gente?

Assim você pode receber nossas novidades a cada mês :)

Obrigada!

ERRO!

Casa 1 will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.