BLOG

Conheça Quinze Dias e outros 3livros representativos para ler e depois assistir

Por Tamara Cleveland, voluntária da Biblioteca Caio Fernando Abreu

Até meados de 2010, poucos eram os romances LGBTQIA+ voltados para jovens adultos presentes nas prateleiras das livrarias. A falta de representatividade era evidente na televisão, no cinema e também nas bibliotecas. Quando as pessoas têm acesso à literatura LGBTQIA+, elas têm acesso à diversidade presente no mundo, onde muitas podem encontrar um lugar de pertencimento.

Com a popularização da internet, as publicações digitais independentes deram espaço para histórias frequentemente rejeitadas pelas editoras ou que tinham seus lançamentos modestos, com pouco destaque. Romances que, conforme as pautas LGBTQIA+ ganhavam mais força nas mídias, geraram uma grande base de fãs. Com alguns desses livros se tornando best-sellers, não demorou para as adaptações audiovisuais, séries e filmes trazerem ainda mais popularidade para essas obras, abrindo portas para jovens escritores no mercado editorial.

Vitor Martins, nascido no interior do Rio de Janeiro, viu seu livro de estreia, “Quinze Dias”, se tornar best-seller e ser traduzido para diversos países, como Rússia, Estados Unidos, Alemanha, Espanha, entre outros. Desde seu lançamento em 2017 pela editora Alt, o livro vendeu mais de 100 mil cópias no Brasil, devido a esse sucesso, em 2021, a produtora Conspiração Filmes anunciou a adaptação cinematográfica da obra. Mas somente em abril deste ano foram divulgadas novidades sobre o projeto. A produtora e o próprio autor anunciaram em suas redes sociais a busca pelo protagonista do filme.

As audições públicas para atores e não-atores ficaram abertas de 4 a 30 de abril. A busca pelo perfil de Felipe foi feita exatamente conforme a descrição do livro: Felipe é um garoto gordo, tímido e gay que não tem problemas com sua sexualidade, mas é inseguro com sua aparência física – o que ele disfarça no dia a dia com seu senso de humor ácido e referências de cultura pop. A história o acompanha no início das férias escolares, quando é surpreendido pela visita de uma antiga paixão platônica. Durante quinze dias, os dois vão se reconectar e viver uma jornada de autodescoberta mútua.

“Ver a história de Felipe ganhando outras mídias significa muito para mim, e tenho certeza que também será um acontecimento especial para jovens com corpos fora do padrão que nunca se viram no papel de protagonista nas telas. Estamos vivendo um momento crucial e eu mal vejo a hora de ver mais histórias de amor entre pessoas LGBTQIAP+ ganhando espaço em novas plataformas”. – Vitor Martins

Enquanto a história de Felipe e Caio não chega aos cinemas, confira outros três romances queer que viraram longas-metragens de grande sucesso e estão disponíveis para empréstimo na Biblioteca Caio Fernando Abreu.

ME CHAME PELO SEU NOME – ANDRÉ ACIMAN

Livro: 2018 (Brasil) | Editora Intrínseca | 288 páginas

Filme: 2017 | Direção Luca Guadagnino | 132 minutos 

Sinopse: O sensível e único filho da família americana com ascendência italiana e francesa Perlman, Elio, está enfrentando outro verão preguiçoso na casa de seus pais na bela e lânguida paisagem italiana. Mas tudo muda quando Oliver, um acadêmico que veio ajudar a pesquisa de seu pai, chega.

COM AMOR, SIMON – BECKY ALBERTALLI

Livro: 2018 (Brasil) | Editora Intrínseca | 272 páginas

Filme: 2018 | Direção Greg Berlanti | 110 minutos 

Sinopse: Simon Spier não vê problemas em sua orientação sexual, mas não conversa sobre isso com sua família e amigos. Enquanto troca e-mails com um garoto misterioso de sua escola, que se identifica apenas como Blue, Simon vai ter que enfrentar, além de suas dúvidas e inseguranças, uma chantagem inesperada.

Pessoas posando para uma foto na frente de uma placa

Descrição gerada automaticamente

VERMELHO, BRANCO E SANGUE AZUL – CASEY MCQUISTON

Livro: 2019 (Brasil) | Editora Seguinte | 392 páginas

Filme: 2023 | Direção Matthew López| 118 minutos 

Sinopse: Alex, o filho da presidenta dos Estados Unidos, se envolve em uma confusão com o príncipe britânico Henry, o que gera uma crise internacional de imagem. Os dois são grandes rivais, mas fingem que são amigos pelo bem de seus países. Porém, essa relação fria começa a derreter e dá lugar a um sentimento intenso e novo para os dois.

Pessoas sentadas ao redor de uma placa

Descrição gerada automaticamente com confiança média

Esses e outros títulos representativos LGBTQIAPN+ fazem parte do acervo da Biblioteca Caio Fernando Abreu. Conheça o espaço e faça a sua carteirinha de segunda a sábado, das 10h às 19h, na Rua Condessa de São Joaquim, 277, no bairro Bela Vista.

Boa leitura e uma ótima sessão!

Foto de Capa: Ilustração/ capa do livro Quinze Dias

Citação: Matéria site Terra

A Casa 1 é uma organização localizada na região central da cidade de São Paulo e financiada coletivamente pela sociedade civil. Sua estrutura é orgânica e está em constante ampliação, sempre explorando as interseccionalidade do universo plural da diversidade. Contamos com três frentes principais: república de acolhida para jovens LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsos de casa, o Galpão Casa 1 que conta com atividades culturais e educativa e a Clínica Social Casa 1, que conta com atendimentos psicoterápicos, atendimentos médicos e terapias complementares, com foco na promoção de saúde mental, em especial da comunidade LGBT.

Notícias Relacionadas