BLOG

Mais de 20 filmes com temática LGBTQIA+ concorrem ao Prêmio Félix, no Festival do Rio

Mostra faz parte do Festival do Rio e será ocorre entre os dias 5 e 15 de outubro

Por Lívia Batista para Agência Diadorim

Filmes nacionais e internacionais de temática LGBTQIA+ vão concorrer a Prêmio Félix, que faz parte da 24ª edição do Festival do Rio. O evento ocorre entre 5 e 15 de outubro. A programação completa ainda não foi divulgada no site. 

Ao todo, 28 filmes, entre curtas e longas-metragens, foram selecionados para concorrer ao prêmio. A cerimônia de premiação acontecerá no último dia do evento, junto com a premiação da Première Brasil.

Em 2022 o filme “Paloma“, de Marcelo Gomes, foi um dos participantes da mostra e venceu na categoria Melhor Filme Brasileiro. O Prêmio Félix já está na sua oitava edição e foi batizado em homenagem ao personagem de mesmo nome da novela “Amor à Vida”, interpretado por Mateus Solano.

O “Festival do Rio” é um dos maiores festivais de cinema da América Latina e desde a sua criação já foram exibidos 7 mil longas, entre eles, obras premiadas nos festivais de Cannes, Berlim, Toronto, Veneza.Além das mostras e sessões populares, o “Festival do Rio“ também possui uma área de negócios para profissionais do cinema e audiovisual.

Confira a lista completa dos concorrentes ao Prêmio Félix 2023: 

Curtas-metragem nacionais:

  • “A Lama da Mãe Morta”, de Camilo Pellegrini (RJ)
  • “Ficção Suburbana”, de Rossandra Leone (RJ)
  • “Quarto de Hotel”, de Marcelo Ribas Grabowsky e Mauro Pinheiro Jr. (RJ)
  • “Pássaro Memória”, de Leonardo Martinelli (RJ)
  • “Se Precisar de Algo’, de Mariana Cobra (SP) 
  • “Celebrazione”, de Luís Carlos Lacerda (RJ)

Longas-metragem nacionais:

  • “Sem Coração”, de Nara Normande e Tião (PE) – Première Nacional
  • “Levante”, de Lillah Halla (SP) – Première Nacional
  • “Assexybilidade”, de Daniel Gonçalves (RJ) – Première Nacional
  • “Pedágio”, de Carolina Markowicz (SP) – Première Nacional
  • “Ana”, de Marcus Faustini (RJ) – Première Mundial
  • “Tudo Que Você Podia Ser”, de Ricardo Alves Jr (MG) – Première Mundial
  • “Toda Noite Estarei Lá”, de Tati Franklin e Suellen Vasconcelos (ES) 
  • “Leme do Destino”, de Julio Bressane (RJ) – Première Mundial
  • “O Diabo na Rua no Meio do Redemunho”, de Bia Lessa (RJ) – Première Mundial

Longas-metragem internacionais:

  • “Orlando, Minha Biografia Política”, Paul B. Preciado (França)
  • “Mutt”, Vuk Lungulov-Klotz (Chile)
  • “Monster (Kaibutsu)”, Hirokazu Kore-eda (Japão) – Mostra Panorama Mundial 
  • “20.000 Espécies de Abelhas”, Estibaliz Urresola Solaguren (Espanha)
  • “Até o Cair da Noite”, Christoph Hochhäusler  (Alemanha)
  • “Cassandro”, Roger Ross Williams (EUA) 
  • “Kokomo City: A Noite Trans de Nova York”, D. Smith (EUA)
  • “Kubi”, Takeshi Kitano (Japão)
  • “Todo o Silêncio”, Diego Del Rio (México)
  • “Pare com Suas Mentiras”, Olivier Peyon (França)
  • “Moneyboys”, C. B. Yi (China) 
  • “All of Us Strangers”, Andrew Haigh (Inglaterra)
  • “Softie”, Samuel Theis (França)

Foto de capa: Curta “Ficção Suburbana”, de Rossandra Leone, é um dos concorrentes ao prêmio/Divulgação

Notícias Relacionadas

Com o tema “Aquilombar é Cura”, a Parada Preta 2024 aco...

Especialistas discutem os principais desafios de empregabilidade LG...

Pesquisa apresenta as maiores dificuldades das instituições LGBTQIA...

CUT lança cartilha de formação sindical como foco em pessoas trans

No fim das contas, ser orgulhosamente LGBTQIAPN+ era só moda mesmo

Senado aprova texto que cria recurso de proteção para LGBTQIA+ enca...

Como surgem e se espalham os projetos de lei contra LGBTQIA+ no Brasil

Marcha Trans leva discurso político, música e cobrança ao STF às ru...

Ministério destina R$ 8,5 milhões em ações para população LGBTQIA+

‘A bandeira é nossa’: Parada do Orgulho LGBT+ leva verde e amarelo ...

Com programação especial, Casa Natura Musical celebra o Mês do Orgu...

Cinemateca Brasileira realiza mostra “Protagonismo Trans̶...