BLOG

14 autores LGBTQIAPN+ que vão participar da Bienal do Livro de SP

Texto por Camila Mabeloop, voluntária de Comunicação da Casa 1

A Bienal do Livro de São Paulo está de volta, para a alegria dos leitores vorazes. O evento vai acontecer entre os dias 02 e 10 de julho, começando já neste fim de semana, no Expo Center Norte. O ingresso custa R$30 (inteira) e R$15 (meia), válido para um único dia.

O evento vai contar com a presença de vários autores LGBTQIAP+, por essa razão, resolvemos listar aqui todos que encontramos, assim podemos ir apoiá-los também. Dá uma olhada em alguns nomes que encontramos divulgados nas redes sociais:

Alice Oseman

Uma das autoras mais em alta do momento, a criadora de Heartstopper, Alice Oseman fará uma participação remota no evento, no dia 09/07 às 19h, na Arena Cultural. O bate-papo será mediado por Lila Cruz, ilustradora e quadrinista (@colorlilas)

Babi Dewet

A escritora e uma das maiores fanficqueiras do país, Babi Dewet, vai estar na Bienal no dia 02/07 às 11h30, na Arena Cultural no bate-papo “Das Páginas para as Telas”, com Bruna Vieira e Luly Trigo.

Clara Alves e Ryane Leão

Autora de “Conectadas” e “Romance Real”, Clara Alves, vai participar do evento no dia 06/07, às 19h, na BiblioSesc (Praça da Palavra e Praça de Histórias), na mesa “Do profano ao sagrado: mulheres que são escrita”, com Ryane Leão, autora de “Tudo nela brilha e queima” e “Jamais peço desculpas por me derramar”. 

Clara Alves também estará na Bienal no sábado, 09/07 às 11h30, na Arena Cultural, para a conversa sobre o “Booktok: os livros no TikTok” com Pedro Huas e Juan Jullian.

Elayne Baeta

A autora de “Oxe, baby” e “O amor não é óbvio” fará participação na Bienal em dois dias. Primeiro no domingo, 03/07 às 17h30, na Arena Cultural na mesa sobre “Personagens LGBTs em diferentes gêneros literários” com Stefano Volp, Giu Domingues e Maria Freitas (Cadê LGBT). E depois, no dia 06/07 às 14h,  ela estará no estande do Submarino.

Felipe Cabral

O autor de “O primeiro beijo de Romeu” e criador do projeto “Eu leio LGBT”, Felipe Cabral, fará uma sessão de autógrafos no estande do Grupo Editorial Record, no dia 10/07, às 14h.

Gil do Vigor

O ícone do BBB 21 vai marcar presença no evento no dia 08/07, às 11h, no Salão de Ideias no painel “Prontos Para Toda Mudança”.

Giu Domingues

Escritora de “Luzes do Norte” estará presente na Bienal do livro de São Paulo em três dias: em 03/07, às 17h30, na mesa sobre “Personagens LGBTs em diferentes gêneros literários”. No dia 07/07, às 19h, no estande da Skeelo na mesa sobre “Literatura LGBTQIA+ por autoras nacionais”. E, por fim, no dia 06/07 às 14h, vai rolar um bate-papo no estande do Submarino.

Lucas Rocha

O autor do livro “Você tem a vida inteira” fará uma sessão de autógrafos no dia 03/07, às 17h, no estande do Grupo Editorial Record.

Luiza (Ilustralu)

A autora e ilustradora da webcomic Arlindo, que publicou em 2021 uma das HQ mais amadas do público LGBTQAIP+ do Brasil, vai participar do bate-papo na Arena Cultural no dia 02/07, às 17h30, com o tema “Famílias e Amizades na Literatura Jovem” com Iris Figueiredo e Vitor Martins. 

Olívia Pilar

Autora de diversos contos e histórias de mulheres que amam mulheres, Olívia Pilar estará presente na Bienal do Livro em São Paulo no dia 03/07, às 16h, no estande da Amazon em uma palestra sobre “Tendências da literatura Queer”, mediado por Tatiany Leite e com participação da Clara Alves e Vitor Martins. 

Samuel Gomes e Letícia Lanz

O autor de “Guardei no armário”, criador de conteúdo, consultor de diversidade e palestrante Samuel Gomes e Letícia Lanz, autora de “A construção de mim mesma”, pensadora e especialista em gênero e sexualidade, vão palestrar juntos no dia 09/07, às 13h, no Salão de ideias em um bate-papo sobre Representatividade LGBTQIAP+.

Vitor Martins

Para fechar a lista com chave de ouro, Vitor Martins, autor de “Se a casa 8 falasse”, “Um milhão de finais felizes” e “Quinze dias” fará algumas participações durante a Bienal do Livro de São Paulo de 2022. Dá uma olhada:

  • 2/7 às 17h30: bate-papo na Arena Cultural com Iris Figueiredo e llustralu
  • 3/7 às 17h: bate-papo no estande da Amazon / KDP
  • 5/7 às 14h: bate-papo no estande do Submarino
  • 8/7 às 14h: bate-papo no estande do Skeelo
  • 9/7 às 11h: sessão de autógrafos oficial da Alt
  • 10/7 às 13h: bate-papo no estande do Skeelo

Para participar da Bienal do Livro de São Paulo 2022 é preciso adquirir o ingresso no site oficial do evento e você também pode conferir mais detalhes da programação e adquirir senhas para sessões de autógrafos no portal.

Faltou alguém na lista? Complementa aqui nos comentários pra gente deixar essa programação ainda mais colorida. Nos vemos lá!

Foto de capa: Reprodução

A Casa 1 é uma organização localizada na região central da cidade de São Paulo e financiada coletivamente pela sociedade civil. Sua estrutura é orgânica e está em constante ampliação, sempre explorando as interseccionalidade do universo plural da diversidade. Contamos com três frentes principais: república de acolhida para jovens LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsos de casa, o Galpão Casa 1 que conta com atividades culturais e educativa e a Clínica Social Casa 1, que conta com atendimentos psicoterápicos, atendimentos médicos e terapias complementares, com foco na promoção de saúde mental, em especial da comunidade LGBT.

Notícias Relacionadas

Instituições fazem mapeamento de candidaturas LGBTQIAPN+ para as el...

Com o tema “Aquilombar é Cura”, a Parada Preta 2024 aco...

Especialistas discutem os principais desafios de empregabilidade LG...

Pesquisa apresenta as maiores dificuldades das instituições LGBTQIA...

CUT lança cartilha de formação sindical como foco em pessoas trans

No fim das contas, ser orgulhosamente LGBTQIAPN+ era só moda mesmo

Senado aprova texto que cria recurso de proteção para LGBTQIA+ enca...

Ministério destina R$ 8,5 milhões em ações para população LGBTQIA+

‘A bandeira é nossa’: Parada do Orgulho LGBT+ leva verde e amarelo ...

Com programação especial, Casa Natura Musical celebra o Mês do Orgu...

Conheça Quinze Dias e outros 3livros representativos para ler e dep...

Encontro de Lutas: confluências entre o Dia Internacional de combat...