Mais de 40 equipes vão estar nas quadras e no campo do Centro Olímpico. Abertura será nesta sexta-feira no Ginásio Mané Garrincha, com a bateria da Vai-Vai, Pablo Vittar Cover e DJ Ian Valentin

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEME) promove a partir desta sexta-feira (26) o 1o Jogos LGBTQIAP+. O torneio tem o objetivo de promover a inclusão, a integração social, o respeito à igualdade de direitos e a convivência com a diversidade de gênero, além de conscientizar sobre a importância do esporte para saúde física e mental.

A abertura será às 19h no Ginásio Mané Garrincha, em Moema, na zona sul, com desfile das 43 equipes de futebol, futsal e vôlei que vão participar da competição, que será realizada até domingo (28), no Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa (COTP), sede da SEME.

A organização do 1º Jogos LGBTQIAP+ preparou uma grande celebração para o início do evento, com apresentações da bateria da Vai-Vai, Pablo Vittar Cover e DJ Ian Valentin.

Para Tifanny Abreu, primeira transexual a disputar uma partida oficial da Superliga, a iniciativa da Prefeitura vem num momento em que é importante para o poder público olhar para todas as comunidades. “São Paulo, uma cidade tão grande, tão diversa, merece um campeonato como esse. Assim como o lazer e a diversão, nossa comunidade precisa praticar esportes”.

A assessora técnica da SEME, Renata Peron, diz que os Jogos serão uma oportunidade para desmistificar a ideia que ainda existe em alguns setores da sociedade que os LGBTs não podem estar em todos os lugares. “Acreditamos que todos precisam de oportunidade. São atletas muito talentosos que querem crescer e evoluir no esporte, a questão não é se tornar atleta profissional, mas sim de fazer parte da sociedade”.

O jogador da seleção brasileira de vôlei, Douglas Souza, que tem se destacado em suas ações contra a homofobia, acredita que a Secretaria Municipal de Esportes e Lazer deu grande passo com o 1o Jogos LGBTQIAP+. “Quero agradecer pela oportunidade. É uma construção da sociedade podermos ser quem somos, conquistarmos nosso espaço”.

As competições de futebol, futsal e vôlei vão começar para valer no sábado, a partir das 8h, com jogos eliminatórios até as finais das três modalidades no domingo.

A entrada para o Ginásio Mané Garrincha e o Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa será pela Rua Pedro de Toledo, 1651, ao lado da estação AACD – Servidor da linha lilás do Metrô.

Compartilhe:

Por Casa 1

A Casa 1 é uma organização localizada na região central da cidade de São Paulo e financiada coletivamente pela sociedade civil. Sua estrutura é orgânica e está em constante ampliação, sempre explorando as interseccionalidade do universo plural da diversidade. Contamos com três frentes principais: república de acolhida para jovens LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsos de casa, o Galpão Casa 1 que conta com atividades culturais e educativa e a Clínica Social Casa 1, que conta com atendimentos psicoterápicos, atendimentos médicos e terapias complementares, com foco na promoção de saúde mental, em especial da comunidade LGBT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *