BLOG

Anvisa aprova primeiro tratamento para HIV com apenas um comprimido

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou o primeiro tratamento para HIV que combina duas diferentes substâncias em um único comprimido. O novo medicamento é uma combinação das substâncias lamivudina e dolutegravir sódico.

Segundo a Anvisa, a possibilidade de dose única simplifica o tratamento e a adesão dos pacientes. Antes, o paciente tinha que tomar dois comprimidos ou mais dependendo do tipo de tratamento.

“A aprovação representa um avanço no tratamento das pessoas portadoras do vírus que causa a Aids, já que reúne em uma dose diária dois antirretrovirais que não estavam disponíveis em um só comprimido”, disse a agência reguladora, em nota.

De acordo com a bula aprovada pela Anvisa, o novo medicamento reduz a quantidade de HIV no organismo, mantendo-a em um nível baixo.

Além disso, promove aumento na contagem das células CD4, tipo de glóbulo branco do sangue que exerce papel importante na manutenção de um sistema imune saudável, ajudando a combater as infecções.

O medicamento poderá ser indicado como um regime completo para o tratamento da infecção pelo vírus da imunodeficiência humana tipo 1 (HIV-1) em adultos e adolescentes acima de 12 anos pesando pelo menos 40 kg, sem histórico de tratamento antirretroviral prévio ou em substituição ao regime antirretroviral atual em pessoas com supressão virológica.

O registro foi concedido ao laboratório GlaxoSmithKline Brasil Ltda, que para isso apresentou estudos de eficácia e segurança com dados que sustentam as indicações autorizadas.

BRASÍLIA, DF

Foto de capa: Adair Gomes/ Fotos públicas

A Folhapress é a agência de notícias do Grupo Folha e comercializa e distribui diariamente fotos, textos, colunas, ilustrações e infográficos a partir do conteúdo editorial do jornal Folha de S.Paulo, do jornal Agora e de parceiros em todos os Estados do país. O serviço da Folha Press foi contratado pela Casa 1 em março de 2021 para estimular o acesso à informação de qualidade, com responsabilidade ética e jornalística e é publicado junto de conteúdos produzidos pela equipe de comunicação e outra agências de notícia independentes, igualmente qualificadas.

Notícias Relacionadas

Casos de HIV cresceram 17% no Brasil, aponta boletim do Ministério ...

Cinema gratuito e ao ar livre apresenta “Cartas para Além dos...

Mulher trans teve cirurgia negada no SUS e leva Brasil à Corte Inte...

AzMina lança site que reúne todas as informações sobre aborto no Br...

O que você precisa saber sobre a ADPF 442, que pede a descriminaliz...

‘Pela vida das mulheres’: ato pela descriminalização do aborto reún...

Estudo aponta que negras são mais vulneráveis ao aborto no Brasil

A medicina está preparada para atender pessoas trans? A resposta é não

Valorização da vida, de janeiro a janeiro

Estudo realizado no Brasil, Quênia e Vietnã investiga saúde mental ...

Sexo entre vulvas e a desafiadora conversa sobre métodos de proteção

TJ-SP determina que planos de saúde paguem mastectomias em homens t...