BLOG

Bixarte exalta corpos marginalizados em Black Bitch Travesti

A cantora Bixarte lança nesta sexta-feira (13) o clipe do single “Black Bitch Travesti”, quarta e última parte do projeto “A Nova Era”, que foi financiado pela Lei Aldir Blanc e contou com equipe formada, em sua maioria, por pessoas negras e trans.

Segundo a artista o single chega como uma forma de discutir a ocupação de espaços e exaltar corpos negros, travestis e marginalizados.

“O segredo [para o sucesso] é entender toda uma linhagem que foi apagada pela história”, conta a paraibana em entrevista à reportagem. “Eu quero trazer em Black Bitch Travesti a potência dessas pessoas, a potência desses corpos”.

O financiamento obtido via Lei Aldir Blanc permitiu que a produção de “A Nova Era” contasse com 30 pessoas, que trabalharam juntas na produção de quatro clipes. “A Lei Aldir Blanc permitiu que a gente trouxesse esse material com excelência”, afirma a cantora, que relembra ter apenas R$ 150 para produzir seu primeiro clipe, Yemanjá.

O edital permitiu que a artista desse um salto em relação aos seus dois primeiros lançamentos -o EP Revolução e o álbum Faces, ambos de 2019. “Nesse, nós tivemos mais grana para produzir e trabalhar. O material está muito mais fino, mais preparado, tem muito mais gente envolvida”, afirma.

O orçamento maior também permitiu que a artista montasse uma equipe majoritariamente LGBTQIA+. “A sensação é de reparação e ao mesmo tempo de entender que a gente tá externalizando as nossas potências”, afirma.

Ao explicar o nome do projeto, a cantora relata que todos os singles propõem a construção de uma nova era, em que “os corpos que antes eram dominados agora são dominadores, estão sobre tudo, estão acima de todas as mortes, estatísticas e até contra a violência”.

Por isso, a cantora reafirma a importância de encerrá-lo com o lançamento de Black Bitch Travesti. “Mês passado, três travestis foram assassinadas no Recife e um mês depois eu venho com mais de sete em um clipe vivas e dizendo ‘ó, a gente tá aqui, a gente tá incomodando'”, afirma.

Além de “Black Bitch Travesti”, o projeto Nova Era conta com os singles “Oxum”, “Travesti no comando da nação” e “Àrólé”, disponíveis nas plataformas de streaming.

SÃO PAULO, SP

Foto de capa: Luigi Apolinário

A Folhapress é a agência de notícias do Grupo Folha e comercializa e distribui diariamente fotos, textos, colunas, ilustrações e infográficos a partir do conteúdo editorial do jornal Folha de S.Paulo, do jornal Agora e de parceiros em todos os Estados do país. O serviço da Folha Press foi contratado pela Casa 1 em março de 2021 para estimular o acesso à informação de qualidade, com responsabilidade ética e jornalística e é publicado junto de conteúdos produzidos pela equipe de comunicação e outra agências de notícia independentes, igualmente qualificadas.

Notícias Relacionadas

Marina Lima celebra sua carreira em show único na Casa Natura Music...

Mahmundi faz show de sua nova turnê Amor Fati na Casa Natura Musical

Bloco do Johnny Hooker convida CLEO, Mateus Carrilho e Potyguara Ba...

Novo EP de Killauea mostra versatilidade da artista no universo da ...

Kaê Guajajara lança documentário da turnê ‘Kwarahy Tazyr’

Mart‘nália apresenta seus maiores sucessos no palco da Casa Natura ...

Gabeu e Joana Castanheira lançam single de “sofrência queer&#...

Iane Gonzaga exalta amor entre mulheres pretas em single “Como Você”

Jão revela data de lançamento do novo álbum, “Super”, e...

Rapper Iza Sabino canta amores lésbicos e o protagonismo das mulheres

Leci Brandão e bloco Siga Bem Caminhoneira celebram o Dia da Visibi...

Virada Cultural: 20 programações LGBTQIAP+ imperdíveis