BLOG

Casa 1 realiza parceria com Memorial da Resistência para coleta de testemunhos

Na próxima segunda-feira (17), marcando o encerramento da exposição “Orgulho e Resistência: LGBTs na Didatura”, o Memorial da Resistência de São Paulo irá realizar em parceria com a Casa 1 a “Coleta Pública de Testemunhos Orgulho e Resistências: a existência como resistência”.

O evento virtual contará com a presença de Symmy Larrat, presidenta da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Intersexos (ABGLT) e de Leo Moreira Sá, ator, artivista, dramaturgo, roteirista, jornalista.

A transmissão será feita ao vivo a partir das 17h pelo Facebook do Memorial, onde o público poderá participar enviando perguntas e comentários.

Sobre a Coleta de Testemunhos

O programa Coleta Regular de Testemunhos produz entrevistas gravadas em vídeo com narrativas e memórias de ex-presos e perseguidos políticos, familiares de mortos e desaparecidos e militantes de movimentos sociais no contexto da ditadura civil-militar no estado de São Paulo. Veja o conteúdo disponível no repositório digital.

A partir da metodologia da História Oral, o programa realiza entrevistas individuais, gravadas em estúdio, e entrevistas coletivas abertas à participação do público. Com o objetivo ampliar o conhecimento sobre a história do Departamento Estadual de Ordem Política e Social de São Paulo (Deops-SP), o acervo de registros audiovisuais do Memorial da Resistência está em constante expansão.

O programa Coleta Regular de Testemunhos visa:

  • A ampliação do conhecimento público sobre o Deops-SP e a resistência política;
  • A produção e difusão de materiais audiovisuais com vistas à democratização do conhecimento;
  • A promoção de debates públicos e reflexões temáticas sobre a memória dos períodos ditatoriais e democráticos;
  • O oferecimento de subsídios para as exposições temporárias e para a atualização dos conteúdos da exposição de longa duração.

Para acessar o acervo do programa clique aqui.

A Casa 1 é uma organização localizada na região central da cidade de São Paulo e financiada coletivamente pela sociedade civil. Sua estrutura é orgânica e está em constante ampliação, sempre explorando as interseccionalidade do universo plural da diversidade. Contamos com três frentes principais: república de acolhida para jovens LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsos de casa, o Galpão Casa 1 que conta com atividades culturais e educativa e a Clínica Social Casa 1, que conta com atendimentos psicoterápicos, atendimentos médicos e terapias complementares, com foco na promoção de saúde mental, em especial da comunidade LGBT.

Notícias Relacionadas

Instituições fazem mapeamento de candidaturas LGBTQIAPN+ para as el...

Com o tema “Aquilombar é Cura”, a Parada Preta 2024 aco...

Especialistas discutem os principais desafios de empregabilidade LG...

Pesquisa apresenta as maiores dificuldades das instituições LGBTQIA...

CUT lança cartilha de formação sindical como foco em pessoas trans

No fim das contas, ser orgulhosamente LGBTQIAPN+ era só moda mesmo

Senado aprova texto que cria recurso de proteção para LGBTQIA+ enca...

Ministério destina R$ 8,5 milhões em ações para população LGBTQIA+

‘A bandeira é nossa’: Parada do Orgulho LGBT+ leva verde e amarelo ...

Com programação especial, Casa Natura Musical celebra o Mês do Orgu...

Encontro de Lutas: confluências entre o Dia Internacional de combat...

VoteLGBT participa do WebSummit Rio