BLOG

Cellairis transforma comentários ofensivos nas redes em verba para a CASA NEM

“Trabalhar numa empresa em que posso ser quem eu sou, não preciso me esconder, não preciso fingir que participo das regras heteronormativas, é muito reconfortante. É libertador saber que posso crescer profissionalmente sendo que eu sou”, revela Renata, gerente de vendas. “Eu me sinto à vontade sendo um LGBT na Cellairis porque, aqui, a aceitação e o respeito são reais. Nossa orientação sexual não entra em pauta, não vira critério nas tomadas de decisão ou para um tratamento diferente, pior ou melhor”, destaca Leandro, estagiário do departamento financeiro.

Renata e Leandro, colaboradores da Cellairis, integram os 40% do quadro de funcionários da empresa formado por pessoas LGBTQIA+. Há seis anos no Brasil, a Cellairis pratica o respeito à diversidade desde a sua inauguração e, hoje, colhe os frutos de seu posicionamento tanto dentro de casa, como junto aos clientes da marca.

Neste junho, Mês do Orgulho LGBTQIA+, a empresa intensifica seus esforços com a campanha “Livre para ser – Nossa luta definirá o futuro”. As ações englobam:

. Todos os comentários ofensivos postados nas redes Cellairis em decorrência da campanha do Dia dos Namorados e ao longo do mês de junho serão revertidos em doação financeira para a Casa Nem, ONG carioca que promove inclusão e acolhimento de pessoas LGBTI+ em situação de vulnerabilidade, com programas e atividades focados na autonomia e cultura dos seus moradores, além de realizar atendimentos e oferecer oficinas e cursos.

.Do total de vendas da coleção Pride, 20% serão revertidos para a Casa Nem.

. Capacitação e desenvolvimento profissional de todo o quadro da empresa com consultores especializados em diversidade, com o intuito de melhor compreensão sobre essa ética no ambiente de trabalho e na vida.

“Transformar essa intolerância em uma mensagem positiva para a comunidade é uma oportunidade de reforçar nossa crença numa sociedade igualitária e livre de preconceitos, que abraça e respeita as pessoas, de todas as identidades de gênero e orientações sexuais, religiões e etnias”, afirma o Head de Marketing da Cellairis Brasil, Arthur Carli. “Queremos fazer parte do movimento das marcas que cuidam não só da comunidade LGBTQIA+, mas, do ser humano”, completa.

SOBRE A CELLAIRIS BRASIL
A Cellairis é, hoje, a maior marca de inovação mobile do mundo, com sede em Atlanta, nos Estados Unidos. Está em mais de 10 países, com 550 pontos de vendas. Chegou ao Brasil em 2015, no Rio de Janeiro, já conta com mais de 50 endereços no Rio, São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina, e tem no plano de negócios a marca de 200 lojas até 2023. Em maio de 2021, a Cellairis Brasil foi certificada por seu clima organizacional pelo Great Place to Work (GPTW) e também tem o selo RA100, da Reclame Aqui, que reconhece as empresas com os melhores índices de atendimento ao consumidor, na plataforma.

SOBRE A CASA NEM
Centro de acolhimento na cidade do Rio de Janeiro fundado pela ativista Indianarae Siqueira, abriga pessoas LGBTIA+ em situação de vulnerabilidade social, em sua maioria transexuais e travestis. Desenvolve oficinas e cursos com o objetivo de promover a autonomia dos seus moradores, além de oferecer atendimento médico e psicológico feito por voluntários. Não há nenhuma taxa obrigatória para permanecer no espaço, mas os ocupantes costumam contribuir para o pagamento de contas básicas, como água e luz. A Casa Nem sobrevive com doações, não recebe apoio institucional. Campanha de financiamento coletivo: https://evoe.cc/casanem

A Casa 1 é uma organização localizada na região central da cidade de São Paulo e financiada coletivamente pela sociedade civil. Sua estrutura é orgânica e está em constante ampliação, sempre explorando as interseccionalidade do universo plural da diversidade. Contamos com três frentes principais: república de acolhida para jovens LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsos de casa, o Galpão Casa 1 que conta com atividades culturais e educativa e a Clínica Social Casa 1, que conta com atendimentos psicoterápicos, atendimentos médicos e terapias complementares, com foco na promoção de saúde mental, em especial da comunidade LGBT.

Notícias Relacionadas

Encontro de Lutas: confluências entre o Dia Internacional de combat...

VoteLGBT participa do WebSummit Rio

23ª Feira Cultural da Diversidade LGBT+ transforma o Memorial da Am...

Espetáculo LGBT+ estreia gratuitamente em bibliotecas de SP

Sem apoio institucional, professores de SP combatem LGBTfobia com c...

Movimento Indígena LGBTQIAPN+ lança manifesto durante Acampamento T...

Marina Lima celebra sua carreira em show único na Casa Natura Music...

Premiado filme espanhol, “20.000 espécies de abelha” se...

10 formas de saber mais sobre Libras e a comunidade surda

“Amor e outras Revoluções”, peça inspirada em obra de b...

28ª Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo, que acontece dia 2 de jun...

Conheça o Clube do Livro “Pomar”, o clube de leitura da...