A Cia. Gufa de Teatro convida todas as pessoas para assistirem às
apresentações on-line e gratuitas, em 29/08, domingo, a partir das 15h, em seu canal no Youtube.

A Companhia participou de muitos festivais de teatro e ganhou diversos prêmios, mas o mais importante foi o Prêmio Cleyde Yáconis, da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, em 2018, com a encenação Eu em ti – retratos: um documentário cênico. Em 2020, foi contemplada em três Editais do Programa de Ação Cultural e Lei Aldir Blanc (Proac Lab).

Teatro documentário

Em suas encenações, a Cia. Gufa de Teatro investiga e experimenta a proposta de um Teatro Documentário em Teatro de Animação. O Teatro Documentário fala de fatos reais, de memórias, nossas, minhas, suas e de outros… de histórias orais, depoimentos, fotografias, vídeos, imagens, entre outros, que são estímulos para as criações cênicas. Ele solicita um posicionamento político, crítico e ético dos seus fazedores. O Teatro Documentário não trabalha com textos ficcionais escritos pelo dramaturgo, ele recorre ao fato real e o artista coloca-o em cena de forma criativa, a partir do seu entendimento de mundo.

Alguns princípios norteadores do Teatro Documentário: intenção de documentar, construir memória de algo, pesquisar e trabalhar com documentos na cena, que tragam status de memória e não de verdades, porque ela pode se enganar! O uso de documentos constrói um pacto com o
espectador, explicitando que a encenação é documental. Qual é o nosso documento em EU AINDA ME LEMBRO…? Nossas memórias, lembranças, o que nossos familiares contam. É uma proposta de Teatro Documentário Autobiográfico.

Teatro Lambe-lambe

A proposta de encenação conhecida como Teatro Lambe-lambe é apresentada numa caixa cênica em miniatura, independente e itinerante, onde são encenados espetáculos de curta duração, geralmente, assistidos por uma pessoa a cada sessão. Esta técnica surgiu no Brasil na década de
1980, com as brasileiras Denise Di Santos e Ismine de Lima.

O nome Teatro Lambe-lambe faz alusão às antigas máquinas fotográficas. Antigamente os fotógrafos levavam para as praças das cidades as máquinas fotográficas, que eram grandes caixas. Isso era uma grande atração local. E para ajudar em seu processo de revelação dos filmes fotográficos, os fotógrafos tinham o costume de lamber os negativos, assim ficou conhecido como caixa Lambe-lambe.

EU AINDA ME LEMBRO…

Um Documentário Cênico em Teatro Lambe-lambe, A atriz e os atores documentaristas pesquisaram suas infâncias e trouxeram memórias ou acontecimentos que se transformaram em proposta de encenação no miniteatro – a caixa de Teatro Lambe-lambe.

SINOPSES

Aione Figueiredo, David Amancio, Fábio Eisner e Gustavo Assumpção, atriz e atores documentaristas, colocam à disposição de seu público quatro caixas de Teatro Lambe-lambe, um documentário cênico de até cinco minutos de duração, apresentado com exclusividade para um espectador de cada vez, adaptado para um formato virtual.

FEIXE DE LUZ , por Aione Figueiredo
Em uma noite comum, uma família é surpreendida por uma luz mágica.
Classificação indicativa
Livre

AMOR AO QUADRADO, por David Amancio
Amor ao quadrado é a retribuição ao mais singelo amor, doado em forma de cuidado e amparo,
que até hoje é afago ao meu ser.
Classificação indicativa
Livre

EU, UMA CRIANÇA (DES) VIADA, por Fábio Eisner
EU AINDA ME LEMBRO… Traz à memória um acontecimento. O convite é o de se embrenhar no terror e medo de uma criança condenada a viver com um demônio que colocaram dentro dela.
Classificação indicativa
14 anos

NÃO INTERROMPAM MEU DIREITO DE BRINCAR, por Gustavo Assumpção
Em uma manhã de sol, uma criança e suas primas foram interrompidas no brincar.
Classificação indicativa
14 anos

FICHA TÉCNICA DO PROJETO
ATORES DOCUMENTARISTAS: Aione Figueiredo, David Amancio, Fábio Eisner e Gustavo
Assumpção | DIREÇÃO: Fábio Eisner | PROVOCAÇÃO CÊNICA: Evinha Sampaio | DIREÇÃO
DE PRODUÇÃO: Gustavo Assumpção | FIGURINOS: Cia. Gufa de Teatro | INTÉRPRETE DE LIBRAS: Gisele Rosa

Para saber mais visite o site: www.ciagufadeteatro.com

Foto de capa: Fabio Eisner

Compartilhe:

Por Casa 1

A Casa 1 é uma organização localizada na região central da cidade de São Paulo e financiada coletivamente pela sociedade civil. Sua estrutura é orgânica e está em constante ampliação, sempre explorando as interseccionalidade do universo plural da diversidade. Contamos com três frentes principais: república de acolhida para jovens LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsos de casa, o Galpão Casa 1 que conta com atividades culturais e educativa e a Clínica Social Casa 1, que conta com atendimentos psicoterápicos, atendimentos médicos e terapias complementares, com foco na promoção de saúde mental, em especial da comunidade LGBT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *