BLOG

Espetáculo teatral “INVISÍVEL” estreia em São Paulo e abordar relacionamentos abusivos homoafetivos

O renomado autor Moisés Bittencourt traz para os palcos de São Paulo a impactante peça “INVISÍVEL”, um monólogo que mergulha nas complexidades de um relacionamento abusivo entre dois homens interpretado por João Côrtes. A trama destaca a história de Eduardo, cuja vida é marcada por uma convivência dolorosa com seu parceiro, Michel.

Eduardo vive em silêncio, suportando violência física e psicológica, uma realidade que se agrava quando o casal decide morar junto. Após muito tempo sofrendo em silêncio, Eduardo toma a corajosa decisão de denunciar seu agressor, levando o caso às autoridades. No entanto, o descaso e o preconceito, que deveriam ser combatidos, criam uma barreira entre o grito de socorro e o medo de se expor, perpetuando a violência.

“Interpretar o papel de Eduardo é um desafio e é necessário. Abordarmos questões como a homofobia e a violência em relacionamentos entre pessoas do mesmo sexo é crucial. Assim, ‘INVISÍVEL’ é um chamado à conscientização e empatia”, comenta o ator João Côrtes, indicado ao Prêmio Fita 2023 como Melhor Ator do Ano, além de estrelar nas séries “Rio Connection” e “Encantado’s” – que chega à segunda temporada em fevereiro – da Globoplay.

A peça aborda temas urgentes e atuais, levantando questões como a vergonha e o medo de denunciar, a falta de apoio das autoridades e a fragilidade da vítima em relações tóxicas. “INVISÍVEL” não apenas denuncia, mas também convida o público a uma profunda reflexão sobre o comportamento humano nos dias de hoje.

“O teatro tem o poder único de sensibilizar e provocar mudanças, e essa peça é um grito de socorro contra a violência em relacionamentos, especialmente entre casais do mesmo sexo. Afinal, a arte desempenha um papel crucial no enfrentamento da violência em uma sociedade machista e preconceituosa”, ressalta Bittencourt.

Sobre o ator

Com quase dez anos de uma carreira sólida e bem-sucedida como ator, tendo feito projetos nacionais e internacionais, protagonizado campanhas publicitárias de sucesso, 10 longa-metragens, novelas, curtas, séries para canais fechados (HBO, Sony, GNT) e abertos (Multishow, Globo), diversos espetáculos teatrais, João nos últimos três anos vem se solidificando como roteirista, diretor e produtor.

Em 2018, escreveu o longa-metragem “Nas Mãos de Quem Me Leva”, e em 2019 produziu e dirigiu o filme, de forma 100% independente. Ainda em 2019 escreveu o roteiro do curta-metragem LGBTQIA+ “Flush”, o qual também estrelou como ator. Ambos os filmes foram multipremiados em festivais pelo mundo, incluindo prêmios de roteiro, direção e atuação. João segue desenvolvendo roteiros para todos os formatos de conteúdo dirigindo, produzindo, além de continuar trabalhando como ator.

SERVIÇO:

Quando: de 13/1 a 13/3, sábados, às 21h; domingos, às 20h (exceto nos dias de Carnaval)
Quanto: R$ 100,00 (inteira) e R$ 50,00 (meia).
Classificação etária: 16 anos

FICHA TÉCNICA
Texto: MOISÉS BITTENCOURT
Direção e cenário: FERNANDO GOMES
Elenco: JOÃO CÔRTES
Direção de movimento e preparação de ator: ANA MAGDALENA
Figurino: CLARA GOMES
Visagismo: MATHEUS PASTICCHI
Iluminação: PAULO CÉSAR MEDEIROS
Trilha sonora: MOISÉS BITTENCOURT
Músicas: ED CÔRTES
Design gráfico: RICO VILAROUCA
Direção de produção: RICARDO FERNANDES

A Casa 1 é uma organização localizada na região central da cidade de São Paulo e financiada coletivamente pela sociedade civil. Sua estrutura é orgânica e está em constante ampliação, sempre explorando as interseccionalidade do universo plural da diversidade. Contamos com três frentes principais: república de acolhida para jovens LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsos de casa, o Galpão Casa 1 que conta com atividades culturais e educativa e a Clínica Social Casa 1, que conta com atendimentos psicoterápicos, atendimentos médicos e terapias complementares, com foco na promoção de saúde mental, em especial da comunidade LGBT.

Notícias Relacionadas

Com texto e direção de Rodrigo França, espetáculo Angu combate este...

Especulação imobiliária e marchinhas de carnaval temperam a comédia...

Encontro de Lutas: confluências entre o Dia Internacional de combat...

VoteLGBT participa do WebSummit Rio

23ª Feira Cultural da Diversidade LGBT+ transforma o Memorial da Am...

Espetáculo LGBT+ estreia gratuitamente em bibliotecas de SP

Sem apoio institucional, professores de SP combatem LGBTfobia com c...

Movimento Indígena LGBTQIAPN+ lança manifesto durante Acampamento T...

Marina Lima celebra sua carreira em show único na Casa Natura Music...

Premiado filme espanhol, “20.000 espécies de abelha” se...

10 formas de saber mais sobre Libras e a comunidade surda

“Amor e outras Revoluções”, peça inspirada em obra de b...