A Clínica Social Casa 1 realizará entre os dias 16/08 e 20/08/21 sua 1ª Semana de Saúde. 

A proposta é trazer temas relacionados à saúde da população LGBTQIA+ sob uma perspectiva social e integrada a outras áreas do conhecimento. 

A programação contará com palestras e oficinas com profissionais de diversos espaços de atuação, como psicólogos, nutricionistas, psiquiatras, ginecologistas, entre outros. 

Ao longo de uma semana, a lista de atividades contemplará plantões de escuta e debates sobre encarceramento da população LGBTQIA+, prevenção e saúde sexual de corpos com vagina, redução de danos, processos de hormonização, além de uma conversa sobre Corpo e loucura, e uma oficina de mapas corporais. 

A programação acontecerá totalmente em formato digital e, para além das lives, serão publicados conteúdos exclusivos nas redes sociais da Casa 1, sobre saúde da população LGBTQIA+.

Programação:

  • Segunda-feira (16/08) às 10:30: Redução de danos e população LGBTQIA+ com Drieli Venâncio da Silva – Transmissão ao vivo no Instagram. 
  • Terça-feira (17/08) às 19:30: Imagem corporal e transtornos alimentares em pessoas LGBTQIA+ com Alisson Machado e Juliana Civitate – Transmissão ao vivo no Instagram.  
  • Quarta-feira (18/08) às 16:00: Encarceramento da população LGBTQIA+ com Gab Lamounier – Transmissão ao vivo no Instagram. 
  • Quinta-feira às 19:00: Corpo e Loucura com Cecília Estella e Vanessa Soares – Transmissão ao vivo no Instagram.
  • Sexta-feira (20/08): Prevenção e saúde sexual de corpos com vagina com Ana Thais Vargas – acompanhe pelo reels da Casa 1. 
  • Sextas-feiras (20/08, 27/08, 03/09, 10/09), das 14h às 16h: Mo-Lo-Tov, Oficina de experimentação terapêutica e de criação . Link de inscrição (Atividade fechada, direcionada a pessoas trans que queiram experimentar um espaço de criação estética e cura coletiva.) e encontros via Zoom. (inscrição: bit.ly/mo-lo-tov)
  • Domingo (22/08): Processos de hormonização com Júlio Batatinha – acompanhe pelo reels da Casa 1. 
  • Plantão de escuta: de segunda a sexta-feira. Link de inscrição e atendimentos via Google Meets. (incrição: https://bit.ly/3iHAyyJhttps://bit.ly/PlantaoDeEscutaCasa1)

Participantes 

  • Adriell Ramalho Santana é médico, especialista em clínica médica, pós graduado em cuidados paliativos, voluntário na Casa 1, mestrando do Programa de Pós Graduação em Saúde Pública da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo.
  • Ana Thais Vargas é formada na UFPB – Universidade Federal da Paraíba. Fez residência em Ginecologia e Obstetrícia pele IMIP- Recife. Especialização em Endocrinologia Ginecológica pela Sta Casa de Misericórdia de São Paulo. Atua como obstetra em São Paulo prezando pelo parto normal, natural e humanizado. Membro da Rede Feminista de Ginecologistas e Obstetras pela preservação dos direitos reprodutivos das mulheres. Médica voluntária na Casa 1. 
  • Drieli Venâncio da Silva é psicóloga e redutora de danos do coletivo Balanceará, especialista em Saúde da Família e Redutora de Danos. Além da Psicologia Clínica, atua sobretudo no campo da Psicologia Social com experiência em processos psicossociais, vulnerabilidades sociais, política de drogas e redução de danos.
  • Ernesto Nunes é psicólogo clínico, mestre em psicologia do desenvolvimento, integrante da comissão LGBTQIA+ do CRP e anarcodissidente. 
  • Gab Almeida M Lamounier constrói o mundo a partir das redes de amizade e fortalecimento mútuo. Compõe o coletivo Guapes e o Movimento Autônomo Trans e Travesti em Belo Horizonte – MG. Atua como psicanalista. É mestre em Psicologia (UFMG) e integrante do Núcleo de Direitos Humanos e Cidadania LGBT (NUH/UFMG)
  • Cecília Estella é psicóloga, especialista em Saúde Mental e atenção psicossocial. Atuou na saúde pública do RJ por 6 anos e integra atualmente a equipe do Projeto Maré do Bem Viver (CEASM). Além disso, é artista da Dança e dirige o Coletivo 22 desde sua formação em 2016.
  • Júlio Américo Pereira Batatinha é médico e clínico geral formado pela Faculdade de Medicina da USP. Residente do 4° ano de Endocrinologia e Metabologia pela USP. Médico voluntário na Casa 1. 
  • Vanessa Soares – Atriz, Bailarina e Educadora. Atua no educativo da Casa1 – SP. Graduada em dança pela UFRJ, durante os anos de 2009 a 2019 atuou no Grupo Nós do Morro (Vidigal – RJ) como multiplicadora e atriz. Em 2016 fundou o Rosa de Sangue Movimentos Artísticos, coletivo de intervenções e performances em espaços públicos. Suas experiências artísticas são atravessadas pelos espaços de “conflito” existentes na cidade, e pela investigação do corpo como caminho de fuga e elaboração de novos mundos.
  • Mo-Lo-Tov é um grupo terapêutico de experiência estética que investiga processos de cura coletivamente. A experiência existe de forma online desde 2020 e se propõe a transitar pelos códigos normativos, reeditando, destruindo, incendiando e mudando-os à imagem e semelhança das dissidências trans. As experiências estéticas mobilizam em nós afetações de várias ordens. Criar nossa própria experiência estética é reafirmar a produção das nossas identidades e possibilitar caminho para olhar para as afetações que o mundo nos produz e devolver-las em arte, terrorismo poético e incêndios.
  • Alisson Machado -Nutricionista, mestre e doutorando em Ciências pela Faculdade de Medicina da USP.  Atua como nutricionista da Clínica Social da Casa 1 no atendimento de pessoas LGBTQIA+ desde 2019
  • Juliana Civitate: Nutricionista e Mestre na área de Nutrição e Nefrologia, Pós-graduada em Nutrição Vegetariana,Experiência em atendimento da população LGBTQIA+
Compartilhe:

Por Casa 1

A Casa 1 é uma organização localizada na região central da cidade de São Paulo e financiada coletivamente pela sociedade civil. Sua estrutura é orgânica e está em constante ampliação, sempre explorando as interseccionalidade do universo plural da diversidade. Contamos com três frentes principais: república de acolhida para jovens LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsos de casa, o Galpão Casa 1 que conta com atividades culturais e educativa e a Clínica Social Casa 1, que conta com atendimentos psicoterápicos, atendimentos médicos e terapias complementares, com foco na promoção de saúde mental, em especial da comunidade LGBT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *