Primeiro relatório de 2020 apontou que comunidade LGBT sofre com desemprego maior, problemas de saúde mental e tensões no convívio familiar.

O coletivo #VoteLGBT lança nesta quarta (28) o formulário para respostas da segunda edição da pesquisa Diagnóstico População LGBT+ na Pandemia, que teve sua primeira edição publicada em 2020 e contou com a participação de mais de 10 mil pessoas. O formulário estará aberto para respostas entre os dias 28 de abril à 15 de maio, mesmo período do ano anterior no link: bit.ly/covid-lgbt-2021.

A pesquisa surgiu a partir da percepção de que o isolamento social, que impacta a sociedade como um todo, tem gerado repercussões ainda mais agudas entre lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e travestis. Com a participação de pesquisadores da UFMG e Unicamp, o levantamento consultou pessoas em todos os estados da Federação. Os entrevistados apresentam maiores índices de desemprego e problemas de saúde mental se comparados ao restante da população. Igualmente preocupantes são os dados coletados sobre tensões no convívio familiar durante a pandemia. 

Nesta segunda edição, a pesquisa tem como objetivo colher informações sobre como a comunidade tem sido afetada pela pandemia em um quadro de avanço das crises sanitária, política e econômica, além de conseguir estabelecer um panorama mais completo de análise comparativa à primeira edição. 

#VoteLGBT

Formado por profissionais de várias áreas como demografia, economia, jornalismo, antropologia, direito, artes visuais, entre outras, o #VoteLGBT é um coletivo que busca aumentar a representatividade das pessoas LGBT+ em todos os espaços da sociedade, principalmente na política. Entendendo a representatividade de forma interseccional às pautas de gênero e de raça, o coletivo compreende a diversidade como um valor fundamental para a democracia.

Além de campanhas realizadas em épocas de eleições municipais, estaduais e nacionais – que visam dar visibilidade a candidaturas pró-LGBT e lutar pelo respeito à diversidade sexual e de gênero -, os membros do coletivo também promovem pesquisas presenciais e online para gerar dados sobre essa parte da população.

Outras duas iniciativas do coletivo foram criadas em tempos de pandemia tentando reduzir os impactos do isolamento social. Uma delas é o LGBTFLIX, uma galeria de vídeos que reúne mais de 200 filmes com temáticas sobre lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transgêneros. As produções audiovisuais estão disponibilizadas gratuitamente no site www.votelgbt.org/flix .

“Juntas em Tempos de Treta” é uma LGBTeca que reúne textos de autoras e autores LGBT+. A cada semana, novos textos são divulgados no endereço www.votelgbt.org/juntas

SERVIÇO

O que? Segunda edição do Diagnóstico População LGBT+ na Pandemia

Para participar da pesquisa: O formulário estará aberto para respostas até 15 de maio, no link: bit.ly/covid-lgbt-2021.

Compartilhe:

Por Iran Giusti

Iran Giusti é formado em Relações Públicas pela FAAP, atuou como gestor de redes sociais e gerente de projetos em agências de RP e Social Mídia e como jornalista foi repórter do canal de conteúdo LGBT do Portal iG e do BuzzFeed Brasil. Atualmente se dedica a gestão da Casa 1, um centro de acolhida e cultura LGBT e produção de conteúdos em que acredita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *