BLOG

Livro “Quem Manda na Noite” faz resgate histórico da memória LGBTI de São Paulo

Publicado pela Editora PEL e escrito por Elvis Stronger, o livro “Quem manda na noite” é uma obra de resgate da memória de pessoas LGBTI que existiram na “boca do lixo”, na periferia e submundo de São Paulo.

Com personagens conhecidas da noite paulistana como Andreia de Mayo, Brenda Lee, Cris Negão, Marcia Pantera, Laura Vermont, Anderson Henser, Mario Grego e outras, a obra traz histórias de “Famílias da Noite” ou “Famílias LGBTI” que ficaram conhecidas por conta da série Pose e do documentário “Paris is Burning”. No Brasil, estas uniões acontecem há décadas e possuem características próprias, que estão descritas no livro.

O lançamento acontecerá no Largo do Arouche (boca do Lixo), o principal cenário da história, às 19 horas em 16 de Junho no Espaço Esponja, com apoio da Câmara de Comércio e Turismo LGBT+ do Brasil e imagens de Paulo Neobeck.

Toda venda será revertida para se produzir mais livros de autores independentes.

Sobre a Família Stronger

Fundada em 2006, a Família Stronger é uma rede criada com o objetivo de promover proteção e afetividade a jovens periféricos LGBTI+. Com o passar dos anos, passou a atuar em diferentes frentes como educação, eventos, cultura, militância e ativismo em Direitos Humanos.

Serviço

Livro: “Quem Manda na Noite”;
Autor: Elvis Stronger;
Quando: 16 de junho, às 16h, na Feira Cultural da Diversidade da Parada LGBT+;
Adquira o seu aqui.

Foto de capa: Reprodução

A Casa 1 é uma organização localizada na região central da cidade de São Paulo e financiada coletivamente pela sociedade civil. Sua estrutura é orgânica e está em constante ampliação, sempre explorando as interseccionalidade do universo plural da diversidade. Contamos com três frentes principais: república de acolhida para jovens LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsos de casa, o Galpão Casa 1 que conta com atividades culturais e educativa e a Clínica Social Casa 1, que conta com atendimentos psicoterápicos, atendimentos médicos e terapias complementares, com foco na promoção de saúde mental, em especial da comunidade LGBT.

Notícias Relacionadas

Instituições fazem mapeamento de candidaturas LGBTQIAPN+ para as el...

Com o tema “Aquilombar é Cura”, a Parada Preta 2024 aco...

Especialistas discutem os principais desafios de empregabilidade LG...

Pesquisa apresenta as maiores dificuldades das instituições LGBTQIA...

CUT lança cartilha de formação sindical como foco em pessoas trans

No fim das contas, ser orgulhosamente LGBTQIAPN+ era só moda mesmo

Senado aprova texto que cria recurso de proteção para LGBTQIA+ enca...

Ministério destina R$ 8,5 milhões em ações para população LGBTQIA+

‘A bandeira é nossa’: Parada do Orgulho LGBT+ leva verde e amarelo ...

Com programação especial, Casa Natura Musical celebra o Mês do Orgu...

Conheça Quinze Dias e outros 3livros representativos para ler e dep...

Encontro de Lutas: confluências entre o Dia Internacional de combat...