O MCCSP (Movimentos Culturais da Cidade de São Paulo) é composto por dezenas de movimentos, fóruns, entidades e coletivos da capital paulista. Após um 2020 difícil e marcado pelo desmonte do fomento à cultura, os coletivos se reuniram para pensar como reconstruir as articulações artísticas depois de tanta destruição. 

Desde 2016 o MCCSP luta em prol do setor cultural e pela efetivação de políticas culturais mais acessíveis e democráticas e para construir novos caminhos para a produção artística da cidade. Para isso, o coletivo está convocando todos os trabalhadores e trabalhadoras da cultura da cidade para participar da I Conferência Livre Popular dos Movimentos Culturais da Cidade de São Paulo. 

Essa conferência tem como objetivo geral mobilizar, difundir, articular e discutir o Sistema Municipal de Cultura da cidade de São Paulo, bem como desenvolver seu Conselho, Plano e Fundo Municipal de Cultura. A lei do Fundo Municipal de Cultura de São Paulo foi aprovada em 2015 mas, nunca foi regulamentada. Já a lei do Conselho Municipal de Política Cultural de São Paulo ainda não foi aprovada. 

O encontro também busca trazer essas discussões de volta à pauta da luta principal da cultura na cidade, assim reivindicando o direito à cultura, garantido como direito básico social na Constituição Federal de 1988, para construirmos juntos e juntas, de baixo para cima, as políticas culturais efetivas que queremos para os anos desafiadores que virão. 

Para uma melhor organização, a conferência será realizada em duas etapas. Na primeira, os diversos movimentos culturais da cidade deverão se organizar para a realização de pré-conferências territoriais, setoriais e temáticas entre os dias 10 a 30 de abril. Na segunda etapa, o Coletivo dos Movimentos Culturais da Cidade de São Paulo realizará de forma virtual, durante três dias consecutivos (21, 22 e 23 de maio) a primeira edição da Conferência Livre Popular dos Movimentos Culturais da Cidade de São Paulo. 

As pré-conferências são um importante espaço de mobilização, articulação, construção de pautas, aferição de diagnósticos e prioridades de coletividades e bases de cultura. Elas devem pautar as reflexões para os debates que serão realizados em maio. Sugerimos que os movimentos, coletivos, fóruns e entidades interessados em realizar pré-conferências se inscrevam através desse link

Qualquer profissional que atue na área de Artes Visuais na cidade de São Paulo (artistas, produtores, técnicos e todos os trabalhadores e trabalhadoras que conformam o fazer da categoria) pode participar. A presença de todos é fundamental para lutarmos, pautarmos melhorias e elencar reivindicações do setor ao poder público local. 

Saiba mais sobre a I Conferência Livre Popular dos Movimentos Culturais da Cidade de São Paulo aqui

Compartilhe:

Por Casa 1

A Casa 1 é uma organização localizada na região central da cidade de São Paulo e financiada coletivamente pela sociedade civil. Sua estrutura é orgânica e está em constante ampliação, sempre explorando as interseccionalidade do universo plural da diversidade. Contamos com três frentes principais: república de acolhida para jovens LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsos de casa, o Galpão Casa 1 que conta com atividades culturais e educativa e a Clínica Social Casa 1, que conta com atendimentos psicoterápicos, atendimentos médicos e terapias complementares, com foco na promoção de saúde mental, em especial da comunidade LGBT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *