BLOG

23ª Feira Cultural da Diversidade LGBT+ transforma o Memorial da América Latina em um espaço de celebração da diversidade

A Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo (APOLGBT-SP) anuncia a 23ª edição da Feira Cultural da Diversidade LGBT+, que será realizada no dia 30 de maio de 2024, quinta-feira, feriado de Corpus Christi, no Memorial da América Latina, das 10h às 21h. A entrada é gratuita com pré-cadastro na Sympla. 

A Feira Cultural da Diversidade LGBT+ se consolida como um dos principais eventos da comunidade LGBT+ do Brasil, reunindo milhares de pessoas para celebrar a diversidade, o empreendedorismo e a cultura.

O evento oferece uma plataforma gratuita para empreendedores e artistas LGBT+ apresentarem seus produtos, serviços e talentos para um público amplo e diversificado. O evento contará com mais de 200 expositores, além de apresentações musicais, teatrais, de dança e diversas outras atividades culturais.

Entre os expositores, estarão nomes como ACRE (roupas e acessórios de moda autoral para os públicos masculino, feminino e agênero); YAG SPA (estética avançada); IMPÉRIOSEX (sex shop); ARDES ESTILO LIVRE (moda masculina underwear e beachwear); TWNT4 (camisetas oversized agênero e produtos voltados ao público LGBT+); SOU PRIDE (regatas, camisetas, shorts, sungas, canecas, correntes, brincos e acessórios em geral); MELISSA MAURER (fotógrafa de Alto Paraíso de Goiás que vem mostrar seu trabalho autoral com personagens LGBT+); CASA CÊNICA PRODUTORA CULTURAL (informações e roteiros turísticos LGBT+); DUQUE CASA DECORAÇÃO (itens em tear, mantas, redes, almofadas, toalhas, jgs americanos, passadeiras, tapetes etc); RAFAEL ANDRADE (flash tattoo com temáticas do orgulho LGBT+); PADME STORE (óculos solares e armações para grau para o público fashion e queer); GERGELIM PRODUÇÕES (cartões postais com fotografias autorais homoeróticas e fotografias em grande formato emolduradas); EDITORA CANDIDO (organizadores da área da Flip para autores e livros com temática LGBT+; UNIVERSO ORACULAR (leitura de oráculo e produtos esotéricos); e EDITORA ARDANE (livros com foco em espiritualidade e magia).

A Feira terá ainda a presença de diversas ONGs e instituições, como o Instituto Mais Diversidade, a Comissão de Diversidade Sexual e de Gênero da OAB SP, o IBRAT, o Centro Cultural da Diversidade e o Museu da Diversidade Sexual, entre outros. Além disso, diversos empreendedores e artistas LGBT+ terão a oportunidade de apresentar seus trabalhos e produtos, contribuindo para a diversidade e o fortalecimento da comunidade.

O evento também se consagra como um espaço para diálogo e reflexão sobre temas relevantes para a comunidade LGBT+, como direitos humanos, diversidade sexual, gênero e identidade. Haverá workshops, palestras e debates com especialistas e ativistas, além de atividades de conscientização e engajamento social.

Histórico da Feira Cultural da Diversidade LGBT+

Em 2001, com o começo da consolidação da Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo, houve a necessidade de criar um calendário oficial com mais eventos com participação ativa da comunidade LGBT+. Inspirada na Castro Street Fair, de San Francisco, a Feira nasceu com o nome de Feira da Vieira no Largo do Arouche, lugar de maior visibilidade e acolhimento para a população LGBT+. 

A 1° edição contava com 15 tendas e, pela primeira vez, um palco na Av. Vieira de Carvalho com o Largo do Arouche foi destinado a artistas e talentos LGBT+ em início de carreira. Neste período, a Feira contou com vários apoiadores históricos, como o estilista Walério Araújo, que fez a produção do palco com dezenas de peças de chita; a icônica travesti Alma Smith e apresentação da Silvetty Montilla, entre outras. De acordo com a Polícia Militar, a feira recebeu um público estimado de 15 mil pessoas.

Devido ao seu crescimento e expansão, houve a necessidade de transferi-la, depois de algumas edições, para um espaço maior. Dessa forma, a Feira ocorreu na Praça da República e no Vale do Anhangabaú. Foi em 2005 que, pela sua importância e crescimento, ela passou a se chamar Feira Cultural da Diversidade LGBT+. Desde o ano passado, a feira é realizada no Memorial da América Latina.

Patrocínio Master de Amstel
Patrocínio TERRA e VIVO
Copatrocínio L’Oréal Groupe
Apoio Amstel VIBES
Apoio Institucional Memorial da América Latina

Serviço:
23ª Feira Cultural da Diversidade LGBT+
Data: 30 de maio de 2024, quinta-feira, feriado de Corpus Christi, das 10h às 21h
Local: Memorial da América Latina – Av. Auro Soares de Moura Andrade, 660 – Barra Funda, São Paulo – SP
Entrada: Gratuita com pré-cadastro online no link da Sympla
Como chegar: Metrô Barra Funda (Linha Vermelha), táxi, aplicativo, ônibus Terminal Barra Funda ou carro (estacionamento pago no local)

A 23ª Feira Cultural da Diversidade LGBT+ é uma realização da APOLGBT-SP, com o apoio do Governo do Estado de São Paulo, da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas e da Prefeitura da Cidade de São Paulo.

Foto de capa: Divulgação

A Casa 1 é uma organização localizada na região central da cidade de São Paulo e financiada coletivamente pela sociedade civil. Sua estrutura é orgânica e está em constante ampliação, sempre explorando as interseccionalidade do universo plural da diversidade. Contamos com três frentes principais: república de acolhida para jovens LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsos de casa, o Galpão Casa 1 que conta com atividades culturais e educativa e a Clínica Social Casa 1, que conta com atendimentos psicoterápicos, atendimentos médicos e terapias complementares, com foco na promoção de saúde mental, em especial da comunidade LGBT.

Notícias Relacionadas

Instituições fazem mapeamento de candidaturas LGBTQIAPN+ para as el...

Com o tema “Aquilombar é Cura”, a Parada Preta 2024 aco...

Especialistas discutem os principais desafios de empregabilidade LG...

Pesquisa apresenta as maiores dificuldades das instituições LGBTQIA...

CUT lança cartilha de formação sindical como foco em pessoas trans

No fim das contas, ser orgulhosamente LGBTQIAPN+ era só moda mesmo

Senado aprova texto que cria recurso de proteção para LGBTQIA+ enca...

Ministério destina R$ 8,5 milhões em ações para população LGBTQIA+

‘A bandeira é nossa’: Parada do Orgulho LGBT+ leva verde e amarelo ...

Com programação especial, Casa Natura Musical celebra o Mês do Orgu...

Encontro de Lutas: confluências entre o Dia Internacional de combat...

VoteLGBT participa do WebSummit Rio