BLOG

“Apenas Mais Uma de Amor”: projeto convida pessoas LGBTQIAP+ a exibirem seus afetos

O amor tem gênero? Tem orientação sexual? Cor? Já existe lei que liste os requisitos para que o amor seja declarado válido e existente?

Histórias de amor acontecem o tempo todo, e, nesse exato momento, pessoas estão se apaixonando e para isso basta que elas estejam vivas.

Em essência, o amor entre pessoas LGBTQIA+ não difere daquele que nasce no espectro da heterocisnormatividade e, embora reafirmar o orgulho queer frente à intolerância seja necessário em tempos de ódio e apagamento, tudo o que queremos é que cada história de amor entre pessoas LGBTQIA+ seja vista como Apenas Mais Uma de Amor.

Idealizado pelos artistas visuais Michele Manoel e Rafa Lopes, o projeto fotográfico “Apenas Mais Uma de Amor” convida pessoas LGBTQIA+, que estão em um relacionamento, para exibir o seu afeto em praça pública e para somar na documentação imagética do amor queer. A princípio, o projeto atende apenas a cidade de São Paulo por ausência de verba para deslocamentos maiores (mas, se rolar custeio, estamos disponíveis para qualquer lugar).

O objetivo do projeto é somar na exibição do afeto entre pessoas LGBTQIA+ em praça pública. É contribuir com a luta pela naturalização desses amores e fomentar a documentação imagética e afetiva de sua existência.

Para participar entre em contato com michelemanoel.photo@gmail.com e rafaellopes.art@hotmail.com.

Foto de capa: Projeto Apenas Mais Uma de Amor

A Casa 1 é uma organização localizada na região central da cidade de São Paulo e financiada coletivamente pela sociedade civil. Sua estrutura é orgânica e está em constante ampliação, sempre explorando as interseccionalidade do universo plural da diversidade. Contamos com três frentes principais: república de acolhida para jovens LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsos de casa, o Galpão Casa 1 que conta com atividades culturais e educativa e a Clínica Social Casa 1, que conta com atendimentos psicoterápicos, atendimentos médicos e terapias complementares, com foco na promoção de saúde mental, em especial da comunidade LGBT.

Notícias Relacionadas

Instituições fazem mapeamento de candidaturas LGBTQIAPN+ para as el...

ALESP recebe exposição fotográfica “Transmasculinidades em pa...

Com o tema “Aquilombar é Cura”, a Parada Preta 2024 aco...

Especialistas discutem os principais desafios de empregabilidade LG...

Pesquisa apresenta as maiores dificuldades das instituições LGBTQIA...

CUT lança cartilha de formação sindical como foco em pessoas trans

No fim das contas, ser orgulhosamente LGBTQIAPN+ era só moda mesmo

Senado aprova texto que cria recurso de proteção para LGBTQIA+ enca...

Ministério destina R$ 8,5 milhões em ações para população LGBTQIA+

‘A bandeira é nossa’: Parada do Orgulho LGBT+ leva verde e amarelo ...

Com programação especial, Casa Natura Musical celebra o Mês do Orgu...

POC CON chega na 4ª edição com mais de 170 artistas, Cosplay Lip Sy...