BLOG

Casa 1 realiza Chamada Aberta para educadores e oficineires

Localizada no Bixiga, bairro histórico de São Paulo, a Casa 1 tem como um dos pilares de atuação facilitar o acesso, diálogo e fomento à cultura, com foco no saber realizado, construído e pensado para a população LGBTQIAPN+, considerando seus recortes, potências, princípios, dinamicidades e conflitos.

Toda a programação é pensada para ser gratuita e aberta ao público, com foco na população LGBTQIAPN+, e nessa abertura de portas, buscamos explorar as subjetividades e possibilidades de encontro de pessoas LGBTQIAPN+, pessoas em situação de vulnerabilidade, e todo o público passante, no universo da cultura, trazendo pertencimento e apropriação das potências de se explorar ofícios, artes e cultura dentro deste espaço.

Pensando em tornar o Centro Cultural um espaço ainda mais plural e colaborativo, a equipe de Educação e Cultura da Casa 1 realiza a Chamada Aberta para Programação Pública, convidando educadores e oficineires a construir a programação fixa do Galpão de Outubro a Dezembro de 2023.

Se interessou? Leia o texto completo e inscreva-se.

Chamada Aberta para Programação Pública

A ideia da chamada é possibilitar a construção coletiva do Centro Cultural da Casa 1 por meio de propostas de atividades socioeducativas presenciais diversas que venham a compor o quadro de programações públicas e fixas de outubro a dezembro de 2023. Serão contempladas até 03 propostas pagas.  

A Casa 1 estimula a participação de pessoas trans, travestis, não-bináries e não brancas a  participar deste chamamento.

O Objetivo

Propor atividades socioeducativas de eixos e temáticas variadas que dialoguem com o público, serviços e estrutura da Casa 1, para que sejam realizadas semanalmente na grade de programação pública fixa do Centro Cultural.

Os Formatos

Nos mais de seis anos de atuação do Centro Cultural da Casa 1, já foram explorados diversos formatos de atividades e programações culturais no espaço, das quais entendemos algumas como sugestão de adequação das atividades propostas para essa chamada:

Abertas – Atividades para as quais não são necessárias inscrições, e que de forma dinâmica recebem o público a todo momento, proporcionando para as pessoas que participarem de vários encontros uma construção e desenvolvimento na temática da atividade, mas que a cada aula pode receber uma pessoa nova para iniciar as atividades. 

Ex.: Temos esse formato funcionando desde 2018 para o Ateliê Aberto de Costura. No mesmo horário, o educador orienta pessoas que por participarem do processo há alguns encontros, estão desenvolvendo modelagem para uma camiseta, ao mesmo tempo que conduz exercícios de como mexer em uma máquina de costura para uma pessoas que participa de sua primeira aula e que nunca teve contato com costura.

Por mais que o formato possibilite a circulação de pessoas de forma aberta, é possível se estabelecer um número limite de vagas por ordem de chegada, por exemplo.

Formulário de Inscrição –  Atividades que tenham limitação de vagas ou número fechado de encontros, dos quais é necessário que as pessoas participantes estejam em todos os encontros para a construção e desenvolvimento na temática apresentada. Os formulários são disponibilizados no momento da divulgação e podem conter critérios e perguntas para ajudar na seleção de pessoas, caso haja maior procura do que número de vagas. 

Para atividades que se concluam em um encontro é preferível a utilização do formato “Abertas”, o “Formulário de Inscrição” pode ser utilizado para dois ou mais encontros. 

Para essa chamada, gostaríamos de explorar as programações “Abertas” e a adequação de atividades neste formato, mas serão consideradas também as que estejam em outros formatos. Todas as propostas devem constar a realização de atividades presenciais no espaço. 

As Datas e  a Periodicidade

Para esta chamada serão consideradas atividades que sejam realizadas com a periodicidade semanal, sempre no mesmo dia e horário da semana. A previsão de início das atividades é na semana do dia 16 de Outubro e a conclusão na semana do dia 15 de Dezembro (totalizando 9 encontros). 

Para a inscrição serão considerados períodos de segunda a sexta-feira:

Manhã  – das 10h às 12h

Tarde – das 14h às 17h

Noite – das 19h às 22h

A Duração

As propostas de atividades devem considerar atividades com 2 a 3 horas de duração.

Os Espaços

É importante se entender os espaços e estruturas do Centro Cultural da Casa 1 para adequar as propostas. No Galpão da Casa 1 conta com:

Salão de Atividades – No geral ficam montadas de 2 a 3 mesas com pontos de energia comportando de 10  a 15 pessoas sentadas e espaço livre para trabalhos de corpo como danças e lutas, conseguindo comportar cerca de 7 pessoas.

Sala de Aula – Sala de Aula com lousa e carteiras, comporta cerca de 10 pessoas sentadas. 

Ateliê de Beleza – Salão-Escola com espelhos, bancadas, iluminação e pontos de energia. Comporta até 8 pessoas. 

Cozinha Comunitária – Espaço equipado com pia, fornos, bancadas comportando cerca de 15 pessoas no espaço

A Disponibilidade dos Espaços

Como algumas atividades já são realizadas nos espaços, se faz necessário o compartilhamento das disponibilidades dos espaços hoje utilizados. Os espaços preenchidos por cor, não estão disponíveis nos dias e períodos indicados:

Os Equipamentos e os Materiais

Para se entender as possibilidades a serem exploradas nas atividades é necessário entender os equipamentos disponíveis no espaço

Eletrônicos – televisão, projetor, caixas de som, microfones (com e sem fio), mesa de com, gravador, ring ligth, tripés, refletores RGB, computadores, impressoras, mouses, teclados. 

Musicais – Violão, baixo, cavaquinho, pandeiro, flauta, afroxé, pau de chuva e amplificador de som
Esportivos – Mazas de malabarismo, luvas de boxes, saco de pancada, cones, bolinhas de ping-pong, raquetes, rede de ping-pong, cesto de basquete, tapete de yoga e tatame eva. 

Costura – Máquinas de costura doméstica, tecidos, linhas, agulhas (costura manual, tricô e crochê), material de bordado (bastidores, agulhas e linhas de meada),

Cozinha – forno, fogão, bancadas, pias, torneiras e equipada com área fria e quente. 

Beleza – Salão escola estruturado com lavatório, bancada, espelho, luzes e cadeiras.

Materiais – Lápis, lápis de cor, canetas, canetinhas, giz de cera, giz de lousa, papel sulfite, papel cartão, papel colorido, cartolina, cola, papel kraft, régua, folha A3, pincel, tinta guache, mesa remontável,  refiladora  e tesouras. 

A Remuneração

Nesta chamada serão duas possibilidades de inscrição das atividades: uma Remunerada e uma Voluntária. 

Para Voluntária, não haverá remuneração para as pessoas do educativo e oficineires.

Para a Remunerada, serão pagas duas parcelas de 900 reais para a pessoa educadora/oficineire proponente da atividade (1 pessoa por proposta). Para as pessoas inscritas nesta modalidade se faz necessária a emissão de Nota Fiscal com código de serviço condizente. O pagamento só será realizado mediante a Nota Fiscal .

Será disponibilizado também um orçamento de 400 reais por mês (800 reais no total)  para a compra de material. A compra será de responsabilidade da pessoa proponente e será pago mediante a prestação de contas simplificada (entrega de notas fiscais ou cupons eletrônicos) e o valor será acrescentado ao valor da Nota Fiscal.

O Público

O Centro Cultural da Casa 1 tem como foco a atuação com pessoas LGBTQIAPN+ e suas vivências, mas todas as programações partem da premissa de portas abertas. Todos os públicos são bem vindes. 

Existem articulações com pessoas do entorno do projeto, pessoas em situação de vulnerabilidade social, população de rua, crianças e idosos, assim como pessoas que são atendidas em outras frentes do Projeto, como Serviço Social, Clínica Social e Centro de Acolhida. 

Por esse motivo, é importante pensar e abordar a temática de interseccionalidade e diálogo entre diversos públicos nas propostas de atividade. 

A Formação

Em todos os processos de realização de atividades com o público atendido pelo Casa 1, é necessário passar por um processo de formação e sensibilização que aborda a atuação do projeto e um letramento sobre a comunidade LGBTQIAPN+, passando por regras de voluntariado e entendimento do público que utiliza o espaço. A formação para as pessoas proponentes das atividades acontecerá no dia 10/10 das 19h às 21h30 presencialmente no Galpão da Casa 1.  

A formação é obrigatória para atuação no projeto. 

O Calendário

05/10 – Encerramento das Inscrições

10/10 – Formação Casa 1

16/10 – Início das Atividades

10/11 – Pagamento 1º Parcela

10/12 – Pagamento 2ª Parcela

15/12 – Encerramento das Atividades

Inscreva-se aqui

Em caso de dúvidas em qualquer parte do processo, você pode entrar em contato pelo e-mail do educativo@casaum.org

A Casa 1 é uma organização localizada na região central da cidade de São Paulo e financiada coletivamente pela sociedade civil. Sua estrutura é orgânica e está em constante ampliação, sempre explorando as interseccionalidade do universo plural da diversidade. Contamos com três frentes principais: república de acolhida para jovens LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsos de casa, o Galpão Casa 1 que conta com atividades culturais e educativa e a Clínica Social Casa 1, que conta com atendimentos psicoterápicos, atendimentos médicos e terapias complementares, com foco na promoção de saúde mental, em especial da comunidade LGBT.

Notícias Relacionadas

Casa 1 realiza Chamada Aberta de atividades para o segundo semestre

Casa 1 e Coletivo AMEM realizam Feira de Empregabilidade LGBTQIAPN+...

Casa 1 passa a receber doações através do programa Nota Fiscal Paul...

A nova adição na seção de obras autografadas, livros disponíveispar...

Casa 1 prepara pintura icônica para Jogos Olímpicos de Paris celebr...

Com o tema “Aquilombar é Cura”, a Parada Preta 2024 aco...

O que rolou de graça na Casa 1 em maio

No fim das contas, ser orgulhosamente LGBTQIAPN+ era só moda mesmo

“Mostra Espaços Queer no Cinema” ocupa CCSP durante mês...

Conheça Quinze Dias e outros 3livros representativos para ler e dep...

Encontro de Lutas: confluências entre o Dia Internacional de combat...

Tudo que rolou na Casa 1 em abril