BLOG

Casa 1 realiza mesa sobre visibilidade Intersexo com ABRAI e participação de Karen Bachini

Celebrado em 26 de outubro, o Dia da Visibilidade Intersexo é um momento para refletir sobre a diversidade de experiências de gênero.

O dia é lembrado porque, em 1996, aconteceu a primeira manifestação pública de pessoas intersexo, em Boston, durante a Conferência Anual da Academia Americana de Pediatria. As pessoas presentes buscavam manifestar sua opinião contrária as cirurgias que pessoas intersexo são submetidas para fins estéticos e de imposição de gênero. 

Para refletir e comemorar, no dia 25/10, a Casa 1, em parceria com a ABRAI (Associação Brasileira Intersexo), realiza a programação “Visibilidade em pauta: desafios e avanços da comunidade intersexo“.

A mesa irá tratar sobre as dificuldades, conquistas e reivindicações de pessoas intersexo, que muitas vezes são invisibilizadas dentro da comunidade LGBTQIAPN+ e também terá a presença da influenciadora Karen Bachini

O evento é aberto e acontece no Galpão Casa 1 (Rua Adoniran Barbosa, 151, Bela Vista), na quarta-feira, das 19h às 21h. 

Abertura da exposição “A pele em que habito”

No mesmo dia, a Casa 1, em parceria com a ABRAI  e a jornalista Céu Ramos, realiza a abertura da exposição “A pele em que habito”. 

Mulher lésbica, intersexo, jornalista e fotógrafa, Céu Ramos, trabalha com retratos há 10 anos. Ativista intersexo, ela dedica seu trabalho a conscientização da causa usando sua lente para transmitir emoções, empoderar, inspirar e contar histórias. 

Em 2016, Céu começou a fotografar nus artísticos femininos, registrando e celebrando a beleza das mulheres em todas as suas formas.

“ Ao longo dos anos, movida por uma busca incessante de inclusão e representatividade, dei vida a uma expansão corporal a minha fotografia, onde passei a buscar e capturar a essência de pessoas masculinas e não binárias, mostrando a riqueza e diversidade de suas histórias e experiências”, diz.

Sua obra já foi publicada no Diário de Pernambuco, Revista Trip, Revista NudaMag e Revista Cosmopolitan Germany. 

A exposição fica até o dia 8/11 no Galpão e segue para a ABRAI. 

Foto de capa: Céu Ramos

A Casa 1 é uma organização localizada na região central da cidade de São Paulo e financiada coletivamente pela sociedade civil. Sua estrutura é orgânica e está em constante ampliação, sempre explorando as interseccionalidade do universo plural da diversidade. Contamos com três frentes principais: república de acolhida para jovens LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsos de casa, o Galpão Casa 1 que conta com atividades culturais e educativa e a Clínica Social Casa 1, que conta com atendimentos psicoterápicos, atendimentos médicos e terapias complementares, com foco na promoção de saúde mental, em especial da comunidade LGBT.

Notícias Relacionadas

Casa 1 realiza Chamada Aberta de atividades para o segundo semestre

Casa 1 e Coletivo AMEM realizam Feira de Empregabilidade LGBTQIAPN+...

Casa 1 passa a receber doações através do programa Nota Fiscal Paul...

A nova adição na seção de obras autografadas, livros disponíveispar...

Casa 1 prepara pintura icônica para Jogos Olímpicos de Paris celebr...

Com o tema “Aquilombar é Cura”, a Parada Preta 2024 aco...

O que rolou de graça na Casa 1 em maio

No fim das contas, ser orgulhosamente LGBTQIAPN+ era só moda mesmo

“Mostra Espaços Queer no Cinema” ocupa CCSP durante mês...

Conheça Quinze Dias e outros 3livros representativos para ler e dep...

Encontro de Lutas: confluências entre o Dia Internacional de combat...

Tudo que rolou na Casa 1 em abril