BLOG

Clipe gravado no Sertão Pernambucano exalta a luta da população trans por sobrevivência

Por Cyro Moraes, produtor de conteúdo freelancer da Casa 1

“Um lamento é uma canção, composta por versículos, cujo tema é principalmente triste, obscuro ou mesmo trágico“, segundo o wikipedia. Mas, já em seu título “Lamento da Força Travesti”, canção da transartivista Renna Costa que semana passada se lançou para o mundo também como clipe no youtube e outras redes da artista, diz a que veio. São versos que denunciam a ainda triste realidade da população trans no Brasil e no mundo, mas que também recorrem a sua força ancestral em reexistir.  

Túmulos, velas, enterro em pleno sertão pernambucano. Este é o cenário que serve de pano de fundo para o clipe de Renna Costa com a participação da multiartista Gabi Benedita. Nessa produção realizada com recursos da lei Aldir Blanc, a catarinense radicada em Pernambuco, Renna, que também assina a direção, buscou os rituais de luto para falar da insurgência de corpos dissidentes em sua potência de vida. 

Lamento da Força Travesti se utiliza simbologias do imaginário das manifestações da cultura popular de Pernambuco, como as novenas, as rezadeiras e benzedeiras, os santos milagreiros e as brincadeiras do  Jaraguá e  das  Veinhas  de  Triunfo para tratar de uma “ancestralidade travesti”. Os figurinos que remetem ao cangaço parecem lembrar da luta dessas corpas em se manter vivas. A presenças das travestis Irla  Carrie,  Samantha Fox e Vinn Amara, em diversas cenas, como as que pisam o barro juntas ou fazem um brinde fala da sororidade como força. 

Mas do que um relato da tristeza, Lamento é uma ode à luta, uma oração que clama por novos futuros possíveis, como a que abre o clipe: 

“Entre cruzes e orifícios  

Eu peço  

Que seja leve concerne  

Em carne  

Aquilo ainda não dito  

Amais umas às outras como eu vos amei  

Ame-o e deixo-o  

Qualquer resquício de um passado  

Incerto direto  

Caminhos abertos e corpo fechado  

Proteção ao meu lado  

Eu peço  

AMEM” 

Entrevistas  

Também  faz  parte  desse  projeto  a  série  “O  Sonho  Dela”,   material  complementar  ao  lançamento de “Lamento de força travesti”, composto por nove minientrevistas  gravadas com travestis que respondem sobre como se veem e sonham o futuro.  O material também está  publicado no perfil de RENNA. @Costadarenna 

A Casa 1 é uma organização localizada na região central da cidade de São Paulo e financiada coletivamente pela sociedade civil. Sua estrutura é orgânica e está em constante ampliação, sempre explorando as interseccionalidade do universo plural da diversidade. Contamos com três frentes principais: república de acolhida para jovens LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsos de casa, o Galpão Casa 1 que conta com atividades culturais e educativa e a Clínica Social Casa 1, que conta com atendimentos psicoterápicos, atendimentos médicos e terapias complementares, com foco na promoção de saúde mental, em especial da comunidade LGBT.

Notícias Relacionadas

Marina Lima celebra sua carreira em show único na Casa Natura Music...

Mahmundi faz show de sua nova turnê Amor Fati na Casa Natura Musical

Bloco do Johnny Hooker convida CLEO, Mateus Carrilho e Potyguara Ba...

Novo EP de Killauea mostra versatilidade da artista no universo da ...

Kaê Guajajara lança documentário da turnê ‘Kwarahy Tazyr’

Mart‘nália apresenta seus maiores sucessos no palco da Casa Natura ...

Gabeu e Joana Castanheira lançam single de “sofrência queer&#...

Iane Gonzaga exalta amor entre mulheres pretas em single “Como Você”

Jão revela data de lançamento do novo álbum, “Super”, e...

Rapper Iza Sabino canta amores lésbicos e o protagonismo das mulheres

Leci Brandão e bloco Siga Bem Caminhoneira celebram o Dia da Visibi...

Virada Cultural: 20 programações LGBTQIAP+ imperdíveis