Carol Biazin e Glória Groove, dois nomes proeminentes da nova geração do pop brasileiro e da comunidade LGBTQIA+, se juntaram no single Rolê. O lançamento da segunda faixa secreta de “Beijo de Judas”, novo álbum de Biazin rola no dia 12 de março, em todos os apps de música e YouTube,

Desprendida de influências musicais e composta pela ruiva ao lado de Gloria Groove, Carol Marcílio, do duo Carol & Vitoria, DAY e Tiê Castro, Rolê, demorou quase dois anos para ser concretizada. “Conheci a Gloria através do Pedro Dash (produtor). Em 2019 ele sugeriu um feat entre nós e na hora eu surtei de felicidade com a possibilidade. Demoramos quase dois anos para concretizar essa parceria, mas ela finalmente chegou e não poderia ter chegado em melhor hora!”, celebra Biazin.

A cantora também conta que ficou surpresa quando descobriu que uma das drags queens mais famosas do mundo já conhecia seu trabalho. Ela diz se espelhar nos passos dados pela amiga e celebra os espaços alcançados na mídia nos últimos anos. “Eu fiquei chocada quando ela disse que já conhecia meu trabalho. Normalmente você se assusta quando uma de suas referências, um ídolo, conhece seu trabalho. Hoje, se estou quebrando barreiras e alcançando lugares inimagináveis na mídia e nos apps de música, ainda mais por ser membro da comunidade LGBTQIA+, foi muito pelo esforço dela (Glória). É muito bom ver que estamos conseguindo tudo isso através do nosso talento, da nossa garra, das nossas atitudes, melodias e letras. Ela é uma referência não só para mim, mas para vários outros artistas que também querem estar no olho do furacão e mostrando nosso trabalho para o mundo todo”, confessa.

A música e o clipe:

Abordando a temática da superação de um relacionamento tóxico e as voltas que o mundo dá, Rolê foi produzida pelo coletivo Los Brasileiros, responsáveis por sucessos de artistas como Anitta, Vitão e Jão. “É uma música que fala sobre a superação de um relacionamento tóxico e faz a reflexão de como o mundo gira rápido. Uma hora você tá lá embaixo e na outra você tá lá em cima”, conta Carol.

Dirigido por João Monteiro, o clipe de Rolê é considerado pela ruiva o vídeo mais pop já lançado por ela até hoje. Com um elenco formado praticamente todo por mulheres, com excessão de Glória que é um homem que faz Drag Queen, o clipe que está cheio de elementos do pop e enaltece a postura e as atitudes das mulheres. “Com certeza é o clipe mais pop que eu tenho! Tô muito feliz com o resultado. É um vídeo que enaltece a postura e as atitudes das mulheres, que no clipe, me ajudam a superar um relacionamento tóxico”.

Beijos de Judas: Pioneirismo e sucesso!

Sucessos nos apps de música, Beijo de Judas já conta com mais de 5 milhões de streamings nos apps de música e seu lançamento foi pioneiro no mundo todo! Isso porque a cantora foi a primeira artista do globo a lançar o álbum com faixas escondidas na tracklist dos apps de música. O álbum foi lançado com o nome de todas as músicas do novo trabalho, mas nem todas ainda estão disponíveis para serem ouvidas, sendo elas lançadas oficialmente posteriormente.

Com apenas 23 anos de idade, Carol mostra-se uma grata realidade da nova geração do pop brasileiro. A ruiva, que acaba de lançar Beijo de Judas, é coautora dos singles ‘Pouco de você’, do cantor Vitão, ‘Juntinho’ da Rouge, ‘Complicado’, de Vitão e Anitta e vencedora dos prêmios Pop Mais na categoria ‘artista revelação’ e aposta do ano do Prêmio Jovem Brasileiro em 2019. Os números da cantora também impressionam! No Youtube, Carol já contabiliza 737 mil inscritos e 69.5 milhões de acessos em todo canal. Já no Instagram, soma mais de 630 mil seguidores e mais de 110 mil fãs no Twitter. Carol foi finalista do The Voice 2017 no time da cantora Ivete Sangalo.

Foto de capa: Lana Pinho

Compartilhe:

Por Casa 1

A Casa 1 é uma organização localizada na região central da cidade de São Paulo e financiada coletivamente pela sociedade civil. Sua estrutura é orgânica e está em constante ampliação, sempre explorando as interseccionalidade do universo plural da diversidade. Contamos com três frentes principais: república de acolhida para jovens LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsos de casa, o Galpão Casa 1 que conta com atividades culturais e educativa e a Clínica Social Casa 1, que conta com atendimentos psicoterápicos, atendimentos médicos e terapias complementares, com foco na promoção de saúde mental, em especial da comunidade LGBT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *