BLOG

Atores e atrizes trans para assistir e enaltecer

“Por que não chamam artistas Trans para interpretar um personagem Trans? Por que não convidam artistas Trans também para escrever/produzir/trabalhar/ colaborar/participar dessa história/estória, produção, grupos e coletivos artísticos/ Sets/camarins/estúdios?”, pergunta o manifesto do movimento Representatividade Trans, publicado em janeiro de 2018 e que reúne profissionais trans da arte. 

A resposta vem do mesmo manifesto que pode ser lido na íntegra aqui:  “Primeiro, porque o corpo trans é sistematicamente estigmatizado, hiper-sexualizado, caricaturado, fetichizado, zootificado, desumanizado e risível. Precisamos conversar como somos retratades pela grande mídia, pelos coletivos e pelos grupos artísticos; no cinema, nos canais do Youtube, que, na sua grande maioria, nos trata de forma preconceituosa/ transfóbica/ errônea/ caricatural/ sexualizada/ fetichizada, que muitas vezes só reforça mais estereótipos contribuindo ainda mais para a exclusão dos nossos corpos Trans”, explica o texto.

E entre tantas e tantas justificativas para esse apagamento e falta de protagonismo de pessoas trans na indústria, a de que “não temos bons atores e atrizes trans” é uma das mais frequentes. Por isso decidimos criar esta lista com 40 nomes que estão aí na atividade!

Ainda que a lista seja numerada, não se trata de um ranking e foi publicada por ordem alfabética. Vale lembrar ainda que muitos e muitas ficaram de fora por terem seus perfis fechados e que queremos muito que essa seja uma de tantas listas de profissionais, portanto pedimos que compartilhem conosco todos, todes e todas as profissionais da área para que as pessoas conheçam e reconheçam a infinidade e pluralidade de talentos que temos no país.

1 – Alice Marcone

2 – Alina Dörzbacher

3 – Andreya Sá

4 – Anne Mota

5 – Aretha Sadick

6 – Ave Terrena

7 – Bernardo de Assis

8 – Carol Marra

9 – Clodd Dias

10 – Danny Barbosa

11 – Daniela Funez

12 – Danna Lisboa

13 – Fabia Miranda dos Passos

14 – Gabrielle Joie

15 – Gabriel Lodi

16 – Gabriela Loran

17 – Gionni

18- Glamour Garcia

19 – Helena Agalenéa

20 – Leo Moreira Sá

21 – Leona Jhovs

22 – Leonarda Gluck

23 – Linn da Quebrada

24 – Luh Maza

25 – Maia de Paiva

26 – Maite Scheneider

27 – Marcia Dailyn

28 – Maria Clara Spinelli

29 – Maria Sil

30 – Marina Mathey

31 – Mel Campus

32 – Nany People

33 – Onika

34 – Renata Bastos

35 – Renata Carvalho

36 – Tarso Brant

37 – Veronica Valenttino

38 – Vita Pereira

39 – Viviany Beleboni

40 – Wallie Ruy

A Casa 1 é uma organização localizada na região central da cidade de São Paulo e financiada coletivamente pela sociedade civil. Sua estrutura é orgânica e está em constante ampliação, sempre explorando as interseccionalidade do universo plural da diversidade. Contamos com três frentes principais: república de acolhida para jovens LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsos de casa, o Galpão Casa 1 que conta com atividades culturais e educativa e a Clínica Social Casa 1, que conta com atendimentos psicoterápicos, atendimentos médicos e terapias complementares, com foco na promoção de saúde mental, em especial da comunidade LGBT.

Notícias Relacionadas