BLOG

Cena LGBT dos anos 80 e 90 de Salvador vira documentário

Produzido pelo maquiador e drag Galdino Neto, com pesquisa e consultoria do ativista Genilson Coutinho, a produção “Rua Carlos Gomes: Apogeu e resistência da comunidade LGBTQIA+”, conta a história do cenário LGBT entre os anos 1980 e 1990 em Salvador. 

Conhecida como CG, a Rua Carlos Gomes concentrava a comunidade LGBTQIA+ da cidade na época. “Nas minhas primeiras andanças pela Carlos Gomes, eu sempre me senti atraído pela magia e ferveção desse lugar, principalmente por podermos ser quem éramos de forma livre de olhares censuradores em anos tão difíceis para aqueles que se assumiram gay“, diz Genilson Coutinho.

A rua, repleta de bares e casas noturnas famosas, era uma passarela e, espaços como Beco da Baiúca, Âncora do Marujo, Boate Caverna e Bar Champagne ficavam lotados, sendo palco para as produções impecáveis de drag queens da época e importantes espaços para organização desses grupos.

Com 22 anos de história, o Bar Âncora do Marujo, é o único empreendimento da época aberto até hoje, mantendo vivas as lembranças do passado.

O documentário estreia no dia 3 de março e será exibido no perfil do Instagram e no YouTube do site Dois Terços, veículo de notícias LGBTQIA+ de Salvador.

O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura (Prêmio Cultura na Palma da Mão/PABB) via Lei Aldir Blanc, redirecionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Foto de capa: Arquivo pessoal/ Lion

A Casa 1 é uma organização localizada na região central da cidade de São Paulo e financiada coletivamente pela sociedade civil. Sua estrutura é orgânica e está em constante ampliação, sempre explorando as interseccionalidade do universo plural da diversidade. Contamos com três frentes principais: república de acolhida para jovens LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsos de casa, o Galpão Casa 1 que conta com atividades culturais e educativa e a Clínica Social Casa 1, que conta com atendimentos psicoterápicos, atendimentos médicos e terapias complementares, com foco na promoção de saúde mental, em especial da comunidade LGBT.

Notícias Relacionadas

Instituições fazem mapeamento de candidaturas LGBTQIAPN+ para as el...

Com o tema “Aquilombar é Cura”, a Parada Preta 2024 aco...

Especialistas discutem os principais desafios de empregabilidade LG...

Pesquisa apresenta as maiores dificuldades das instituições LGBTQIA...

CUT lança cartilha de formação sindical como foco em pessoas trans

No fim das contas, ser orgulhosamente LGBTQIAPN+ era só moda mesmo

Senado aprova texto que cria recurso de proteção para LGBTQIA+ enca...

Ministério destina R$ 8,5 milhões em ações para população LGBTQIA+

‘A bandeira é nossa’: Parada do Orgulho LGBT+ leva verde e amarelo ...

Com programação especial, Casa Natura Musical celebra o Mês do Orgu...

Encontro de Lutas: confluências entre o Dia Internacional de combat...

VoteLGBT participa do WebSummit Rio