Semana que vem vai ao ar o décimo e último episódio da primeira temporada do “Passagem Só de Ida“, o podcast da Casa1 em parceria com o Acervo Bajubá e a Rede de Mulheres Imigrantes Lésbicas e Bissexuais.

Disponível nas principais plataformas de streaming , cada episódio do podcast conta a história de uma pessoa LGBT+, brasileira ou estrangeira, que migrou para a cidade de São Paulo, ou passou por ela, em algum momento de sua vida. Contando os seus processos de deslocamento físico e subjetivos, priorizando a sua liberdade narrativa e os marcos pessoais por meio dos quais ela conta a sua trajetória e recompõe a sua história. 

Para comemorar o fim de uma temporada de sucesso, listamos a seguir 7 episódios de podcasts que também recebem pessoas LGBT+ para contar suas histórias.

Radio Escafandro

Conduzido pelo jornalista Tomás Chiaverini, a “Radio Escafandro” se propõe a pensar “o futuro da humanidade” a partir do que está acontecendo hoje. No sétimo episódio, Tomás se desdobra na história da ativista Marcia Rocha, uma epopéia digna de filme de Oscar. Vale o play. 

Respondendo em Voz Alta

Um dos podcasts mais badalados do país, “Respondendo em Voz Alta” traz os devaneios da persona Laurinha Lero. Uma das coisas mais engraçadas do mundo, ficou ainda melhor com a participação do Thiago Guimarães @orathiago no episódio 14, destilando toda sua acidez e humor.

Vida de Jornalista

Um podcast que conversa sobre jornalismo com quem faz jornalismo. No episódio “Condenados pelos Olhos“, o programa recebe o repórter da Ponte Jornalismo, Caê Vasconcelos, homem trans, para contar os bastidores da entrevista, dentro de um presídio no interior de São Paulo, com três homens reconhecidos e condenados apenas pelos olhos, mesmo com álibis e provas de inocência. Caê também fala sobre o seu processo de transição de gênero e o espaço para pessoas trans nas redações.

Além do Meme 

No quinto, dos 10 episódios publicados até o momento, ficamos sabendo de quem veio o slogan babadeiro: “Bom dia, Brasil! Boa tarde, Itália!”. Por trás deste bordão que virou meme da noite para o dia, conhecemos a história de vida de Bambola Star, uma indígena que fugiu da sua aldeia aos 11 anos de idade, morou com outras crianças de rua no Rio e fugiu para a Europa para ser artista. Foi estrela de filmes para adultos antes de virar uma celebridade da noite, e então virar uma estrela da internet. 

PODCASTÃO – O Podcast da Sapatão

Nesse programa, Lela Gomes e Yas Campbell falam sobre temas que envolvem o universo lésbico. No episódio 41 elas conversam com Jamine Miranda, a @pretacaminhao, sobre mitos e invisibilização das lésbicas caminhoneiras.

Telefonemas

Telefonemas é um podcast de entrevistas através de ligações. Skype, Hangouts, Whatsapp, não importa e com conversas longas e curtas. No episódio 72 Rita Von Hunty ou Guilherme Terreri, falam sobre arte, Marx, história e muito mais.

#Quem tem Medo de Cassandra Rios?

Em uma aula aberta para o “Instituto Temporário de Pesquisa sobre Censura” Rita Von Hunty conta a história da escritora lésbica mais censurada e perseguida pela Ditadura. Acesse por esse link.

Compartilhe:

Por Casa 1

A Casa 1 é uma organização localizada na região central da cidade de São Paulo e financiada coletivamente pela sociedade civil. Sua estrutura é orgânica e está em constante ampliação, sempre explorando as interseccionalidade do universo plural da diversidade. Contamos com três frentes principais: república de acolhida para jovens LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsos de casa, o Galpão Casa 1 que conta com atividades culturais e educativa e a Clínica Social Casa 1, que conta com atendimentos psicoterápicos, atendimentos médicos e terapias complementares, com foco na promoção de saúde mental, em especial da comunidade LGBT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *