Ludmilla, 26, afirmou que vai boicotar o Prêmio Multishow por não ter sido indicada à categoria Cantora do Ano. Em uma série de tuítes na manhã desta terça (19), ela disse que não vai se apresentar mais no evento deste ano pela “nítida falta de reconhecimento” ao seu trabalho.

“Venho por meio desse tuíte avisar a todos e ao @multishow que não me apresentarei mais no prêmio esse ano. Obrigada pelo convite, mas onde não sou bem-vinda prefiro não estar só por educação”, escreveu.

Leia a publicação completa da cantora aqui.

Procurado, o Multishow não se manifestou até a conclusão deste texto.

“Desde quando ganhei a primeira vez [ela levou o prêmio Cantora do Ano em 2019] e impactei todo o sistema por ser a primeira cantora negra a ser indicada e a vencer essa categoria em 26 anos de prêmio, uma representante das minorias, uma cantora negra, bissexual, funkeira, periférica, nunca mais fui indicada na categoria”, escreveu Ludmilla.

“Infelizmente essa é a forma que o sistema te boicota! Mesmo eu sendo indicada em outras categorias da premiação. É nítida a falta de reconhecimento e entendimento das (poucas) premiações que temos aqui no Brasil”, completou.

A cantora compete nas categorias Hit do Ano com “Deixa de Onda”, ao lado de Dennis e Xamã, e Clipe TVZ do Ano com “Rainha da Favela”.

Como Cantora do Ano estão indicadas Anitta, Ivete Sangalo, Iza, Luísa Sonza e Marília Mendonça. A premiação será realizada no dia 8 de dezembro, no Rio.

SÃO PAULO, SP

Foto de capa: Reprodução/ Redes sociais

Compartilhe:

Por Folha Press

A Folhapress é a agência de notícias do Grupo Folha e comercializa e distribui diariamente fotos, textos, colunas, ilustrações e infográficos a partir do conteúdo editorial do jornal Folha de S.Paulo, do jornal Agora e de parceiros em todos os Estados do país. O serviço da Folha Press foi contratado pela Casa 1 em março de 2021 para estimular o acesso à informação de qualidade, com responsabilidade ética e jornalística e é publicado junto de conteúdos produzidos pela equipe de comunicação e outra agências de notícia independentes, igualmente qualificadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *