BLOG

O emocionante vídeo de Viola Davis que precisa ser visto por todo mundo

O termo “timing” usado de forma recorrente no jornalismo e na publicidade para se referir a “tempo certeiro” é a única forma de descrever a peça publicitária postada na quinta-feira, 28, pela atriz Viola Davis em seu perfil no Twitter. Com o mote “você vale a pena”, uma variação de “você vale muito”, slogan da marca de cosmético L’Oréal Paris desde os anos 70, Viola discorre por quase dois minutos sobre o valor de cada indivíduo e suas potências.

O que poderia ser só mais uma propaganda motivacional usada por uma marca da indústria da beleza ganhou potência na interpretação visceral da atriz estadunidense e pelo assassinato de George Floyd, um homem negro que foi morto por um policial branco e que tem gerado gigantescos protestos na cidade de Minneapolis, nos EUA, onde aconteceu o crime.

A mensagem “você vale a pena” se tornou de certa forma, uma fala sobre a luta das pessoas negras contra o racismo estrutural e violência que acomete estes corpos e correu em uníssono com a campanha “Black Lives Matter” (Vidas Negras Importam, em livre tradução) que surgiu em 2013, pós a absolvição de George Zimmerman na morte a tiros do adolescente negro Trayvon Martin.

Diante da grandeza da peça, legendamos o vídeo em português, que pode ser visto abaixo:

https://twitter.com/centrocasaum/status/1266535529857855494

Vale lembrar que no mesmo dia da publicação do vídeo da atriz, falamos sobre o racismo na “Aula Aberta: Racismo e Militarização nas Favelas e Periferias durante a Pandemia”, ministrada por Gizele Martins, moradora da MARÉ (RJ),  jornalista e Mestre em Educação, Cultura e Comunicação em Periferias Urbanas e pode ser visto aqui:

 

A Casa 1 é uma organização localizada na região central da cidade de São Paulo e financiada coletivamente pela sociedade civil. Sua estrutura é orgânica e está em constante ampliação, sempre explorando as interseccionalidade do universo plural da diversidade. Contamos com três frentes principais: república de acolhida para jovens LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsos de casa, o Galpão Casa 1 que conta com atividades culturais e educativa e a Clínica Social Casa 1, que conta com atendimentos psicoterápicos, atendimentos médicos e terapias complementares, com foco na promoção de saúde mental, em especial da comunidade LGBT.

Notícias Relacionadas

Instituições fazem mapeamento de candidaturas LGBTQIAPN+ para as el...

Com o tema “Aquilombar é Cura”, a Parada Preta 2024 aco...

Senado aprova texto que cria recurso de proteção para LGBTQIA+ enca...

Como surgem e se espalham os projetos de lei contra LGBTQIA+ no Brasil

Ministério destina R$ 8,5 milhões em ações para população LGBTQIA+

Com texto e direção de Rodrigo França, espetáculo Angu combate este...

Paradas LGBTQIA+ viram alvo de perseguição política no Brasil

Casos de HIV cresceram 17% no Brasil, aponta boletim do Ministério ...

Deputadas federais LBTs apresentaram 21 PLs pró-LGBTQIA+, em 2023

Governo Lula anuncia a quarta edição da Conferência Nacional LGBTQIA+

‘Se for evento hétero, podem’: vereadores querem impedir criança na...

MDHC prorroga prazo para participação social em levantamento sobre ...